M:Pire of Evil: Nova versão do novo álbum para a américa latina

Resenha - Crucified (in South America) - M: Pire of Evil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

7


O M:PIRE OF EVIL, banda capitaneada pelos ex-membros do VENOM, Tony "The Demolition Man" Dolan (baixo e vocais) e Jeff "Mantas" Dunn (guitarras e backing vocals), - e que aqui contam com o baterista Marc Jackson completando a formação-, lançou "Crucified", que é seu segundo disco, em 2013. Mas agora, graças aos esforços da batalhadora Shinigami Records, o disco finalmente ganha sua versão nacional, totalmente remasterizada, e trazendo como bônus o EP "Manitou", e faixas ao vivo.

E para quem curte aquela pegada crua e diretona do VENOM, calcada no thrash metal oitentista, e com climas soturnos e obscuros, vai adorar esse novo disco dos caras. Até porque, neste novo disco, das 11 faixas, apenas duas são inéditas (as duas últimas, "Demone" e "Taking it All"), sendo que as restantes são todas "covers" do VENOM.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Temos aqui, pois, novas versões para "Temple of Ice" (do álbum "Temple of Ice", de 1991), "Parasite", "Blackened are the Priest" e "Carnivorous" (do álbum "Prime Evil", de 1989), "Black Legions", ‘Kissing the Beast", "Crucified" e "Need to Kill" (do álbum "The Waste Lands", de 1992).

Das duas faixas inéditas, "Demone" é bem agressiva, e com toques de death metal bem evidentes, enquanto "Taking it All" é mais thrasher, e com uma pegada punk.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

De bônus, temos ainda o EP "Manitou", com duas versões da faixa homônima (que não é lá grande coisa), além de performances ao vivo, com qualidade de gravação razoável, para "Die HArd" e "WitchingHour", ambas também do VENOM.

Ou seja, não é um disco que traz muitas novidades, mas mesmo assim é repleto de qualidade, e deverá fazer a alegria dos fãs mais saudosistas dos pais do black metal, sendo ainda relevante pelos bônus tracks dessa versão exclusiva para a America do Sul.

PS - E, por mais que a banda até queira dissociar sua imagem do VENOM, bem, podemos dizer que eles mesmo não têm contribuído muito para isso, certo?

Crucified (in South America) – M:Pire of Evil
(Nacional – 2015 – Shinigami Records)

1. Temples of Ice
2. Parasite
3. Kissing the Beast
4. Blackened Are the Priests
5. Carnivorous
6. Black Legions
7. Need to Kill
8. Wolverine
9. Crucified
10. Demone
11. Taking It All

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Manitou EP:
12. Manitou
13. Die Hard
14. Witching Hour
15. Manitou Remix




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Top 5 Pantera: About.com elege os cinco melhores álbuns da bandaTop 5 Pantera
About.com elege os cinco melhores álbuns da banda

Raimundos: Me Lambe é a única música cuja letra tem um problema, diz CanissoRaimundos
"Me Lambe" é a única música cuja letra tem um problema, diz Canisso


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

CliHo Goo336 GooInArt Cli336