Cervical: A redenção do "Rock paulera"?

Resenha - Caminhos da Dor - Cervical

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O termo ‘rock paulera’ causa arrepios e náuseas em qualquer fã de música pesada que se preze. Mas, se um dia for associar uma música a essa (horrorosa) expressão, a sonoridade feita pelo Cervical se encaixaria muito bem. E não estou sendo pejorativo não, porque a música aqui encontrada é simplesmente ‘paulera’.
5000 acessosZakk Wylde: detonando a reunião dos Alcoólicos Anonimos5000 acessosQ Magazine: Os álbuns mais pesados de todos os tempos

O quinteto de Macaé/RJ destila um Hardcore mesclado com Thrash Metal que serve exatamente para colocar no aparelho de som depois de um dia estressante. Passando longe das tendências Metalcore, o Thrashcore do grupo prima pela agressividade em composições que alternam ritmos mais rápidos com alguns mais cadenciados.

Para ficar melhor ainda, a banda canta em português e abrange os temas típicos do caos social, protestos e políticos. Destaque para as boas linhas de guitarras que mesclam bem influências mais diretas do HC com a técnica do Thrash Metal. Ouça faixas como Dor e Sange, Destruição e Ódio.

Saindo da música, temos uma das capas mais condizentes com o título do álbum, já que a arte de Gustavo Saez (Abstrata Designs) ficou belíssima e correspondeu totalmente ao tema. A produção sonora ficou por conta de Davi Baeta (Confronto). “Caminhos da Dor” é intenso e brutal, então ouça com cuidado e sem objetos por perto.

https://www.facebook.com/pages/Cervical/231387196881790?fref...
Download: http://depositfiles.org/files/88968b8ez

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Cervical"

Zakk WyldeZakk Wylde
Detonando a reunião dos Alcoólicos Anonimos

Q MagazineQ Magazine
Os álbuns mais pesados de todos os tempos

Cradle of FilthCradle of Filth
Chimbinha, do Calypso, usando camiseta?

5000 acessosCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo5000 acessosRoberta Miranda: nua com guitarra para homenagear o Dia do Rock5000 acessosGuns N' Roses: veja vídeos do trágico show que completa 27 anos5000 acessosBlaze Bayley aprova técnica de implante capilar5000 acessosKiss: "Gene é viciado em sexo", diz Ace Frehley5000 acessosCorey Taylor: sonhando com sexo grupal com Lita Ford e Doro Pesch

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online