Matérias Mais Lidas

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

Guns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e seu balde de frango na cabeçaGuns N' Roses: DJ Ashba critica Buckethead e "seu balde de frango na cabeça"

Pitty tuíta que moda agora é ser roqueiro e apaga após Anitta e fãs reagiremPitty tuíta que "moda agora é ser roqueiro" e apaga após Anitta e fãs reagirem

Roger Moreira explica por que é um dos únicos artistas que ainda defende BolsonaroRoger Moreira explica por que é "um dos únicos artistas" que ainda defende Bolsonaro

Steve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; Parecia um macarrãoSteve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; "Parecia um macarrão"

Titãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de TitanomaquiaTitãs: o motivo pelo qual Arnaldo Antunes saiu da banda antes de "Titanomaquia"

Beatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NMEBeatles: todas as músicas da banda em ordem de grandiosidade, segundo a NME

Como competição com Legião Urbana mudou estilo de composição de Cazuza?Como competição com Legião Urbana mudou estilo de composição de Cazuza?

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal

Ghost: banda toca música inédita e revela novo visual de Papa Emeritus; confira vídeosGhost: banda toca música inédita e revela novo visual de Papa Emeritus; confira vídeos

Ghost: música do próximo álbum fala sobre lendário serial killer que nunca foi capturadoGhost: música do próximo álbum fala sobre lendário serial killer que nunca foi capturado

The Cure: qual a melhor música pop que a banda já fez, na opinião de Robert SmithThe Cure: qual a melhor música pop que a banda já fez, na opinião de Robert Smith

A dura opinião de Corey Taylor sobre programas como American Idol e The X FactorA dura opinião de Corey Taylor sobre programas como American Idol e The X Factor


Eric Clapton & Steve Winwood: Live from Madison Square Garden

Resenha - Eric Clapton & Steve Winwood - Live from Madison Square Garden

Por Allan Lopes
Fonte: cultura-variada.webnode.com
Em 26/12/14

Nota: 10

Os "CD e DVD Eric Clapton e Steve Winwood - Live from Madison Square Garden" (Duplo) é uma coletânea registrada a partir de três shows realizados no Madison Square Garden em 2008.

Para quem não conhece STEVE WINWOOD, aqui vai uma breve história de sua carreira:

STEVE WINWOOD é um cantor e multi-instrumentista britânico mais conhecido por seus trabalhos nas bandas "BLIND FAITH" e "TRAFFIC".

- BLIND FAITH foi uma banda de 1968 formada por STEVE WINWOOD, RIC GRENCH, GINGER BAKER e ERIC CLAPTON (ambos EX-CREAM). A banda lançou apenas um álbum (com o mesmo nome da banda) em 1969 no qual se destacam as faixas "Had to Cry Today", "Can’t Find My Way Home" e a gospel "Presence of the Lord".

- TRAFFIC foi uma banda de 1967 formada por STEVE WINWOOD, JIM CAPALDI, CHRIS WOOD e DAVE MASON. A banda tem uma discografia grande e tem como maior sucesso a canção "Dear Mr. Fantasy".

O álbum

O álbum "Live from Madison Square Garden" é um álbum duplo gravado durante três apresentações realizadas no famoso MSG (Nova York) em 2008.

A dupla Winwood/Clapton fizeram um longo show recheado de sucessos das carreiras de CLAPTON e WINWOOD, além de covers de outros artistas como JIMI HENDRIX. As apresentações foram os primeiros concertos da dupla em cerca 40 anos.

A banda realizou uma verdadeira obra-prima, onde todos os instrumentistas desfilaram suas habilidades de forma extremamente impressionante.

STEVE WINWOOD é um artista de certa forma injustiçado, pois não é muito conhecido por aqueles que não são fãs de blues-rock. Ele possui uma das mais belas vozes que uma vez surgiu no cenário musical e além de cantar como poucos, ainda é um guitarrista acima da média e um tecladista fenomenal.

ERIC CLAPTON dispensa qualquer apresentação. Com uma carreira impecável, o Slow-Hand foi membro das bandas "YARDBIRDS", "CREAM" e a super banda "DEREK AND THE DOMINOS" (responsável pela gravação do álbum Layla and Other Assorted Love Songs). E claro sua carreira solo que é repleta de sucessos.

CLAPTON deu um show à parte, mostrando porque já em 1966 era chamado de "God" (Deus) e conseguindo extrair o máximo do que é uma Stratocaster.

O Show

O show começou com o sucesso da extinta BLIND FAITH, "Had to Cry Today" com seu riff característico. Já na primeira faixa encontramos CLAPTON e WINWOOD alternando as guitarras. Excelente.

Depois vamos passando por canções de gênios do blues/rock como J.J CALE até chegarmos na sexta faixa do primeiro disco. "Presence of the Lord" é tocada e cantada de forma incrível. WINWOOD assume o vocal e é acompanhado pelos backings de CLAPTON.

No fim do primeiro disco ainda temos "Tell the Truth" do grupo DEREK AND THE DOMINOS.

O segundo disco já começa com uma canção da CALE, "After Midnight".

A partir da faixa 5 do segundo disco temos a melhor parte do show. A própria canção nessa faixa, "Little Wing" é o ponto alto da apresentação. Uma versão que não é possível descrever em palavras e só quem fechou os olhos para escutar a música sabe como ela alcança o interior das pessoas.

A guitarra de CLAPTON chora nessa canção.

A faixa 6 é "Voodoo Chile", também de JIMI HENDRIX. A guitarra de CLAPTON mais uma vez se destaca.

Na sétima canção temos a belíssima "Can’t Find My Way Home". Nessa faixa WINWOOD tem uma performance excelente.

A penúltima música, "Dear Mr. Fantasy" é canção maior de Winwood. Uma canção de sua ex-banda (TRAFFIC) que mais o representa. Aqui é possível entender porque ele é um Hall of Fame e porque é considerado o portador de uma das melhores vozes de sempre. Simplesmente sublime.

Por último temos o clássico de J.J CALE, "Cocaíne". Essa é uma das interpretações mais famosas de Clapton. Com seu riff característico, a dupla encerra o show de forma perfeita. Os teclados de WINWOOD são um destaque a mais.

Esse é um show para amantes de blues-rock e para aqueles que apreciam um instrumental bem tocado. É recomendado que você não pule para as canções mais famosas, mas aprecie todo o show.

Leia mais:
http://cultura-variada.webnode.com/news/eric-clapton-steve-winwood-live-from-madison-square-garden/

Set List:
1. HAD TO CRY TODAY
2. THEM CHANGES
3. FOREVER MAN
4. SLEEPING IN THE GROUND
5. PRESENCE OF THE LORD
6. GLAD
7. WELL ALRIGHT
8. DOUBLE TROUBLE
9. PEARLY QUEEN
10. TELL THE TRUTH
11. NO FACE, NO NAME, NO NUMBER
12. AFTER MIDNIGHT
13. SPLIT DECISION
14. RAMBLING ON MY MIND
15. GEORGIA ON MY MIND
16. LITTLE WING
17. VOODOO CHILE
18. CAN´T FIND MY WAY HOME
19. DEAR MR. FANTASY
20. COCAINE

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Eric Clapton: por que ele acha que vacinação contra covid é como hipnose de massas?Eric Clapton: por que ele acha que vacinação contra covid é como "hipnose de massas"?

YouTube ajudou Eric Clapton a montar o quebra-cabeça anti-vacina; me chamam de loucoYouTube ajudou Eric Clapton a "montar o quebra-cabeça anti-vacina"; "me chamam de louco"

Eric Clapton: o que ele acha de ter tirado esposa de George Harrison?Eric Clapton: o que ele acha de ter tirado esposa de George Harrison?

Internautas relembram boas ações: em um mundo de Eric Claptons, seja Alice CooperInternautas relembram boas ações: "em um mundo de Eric Claptons, seja Alice Cooper"

Viúva é processada por vender bootleg de Eric Clapton; valor pode chegar a 1 milhãoViúva é processada por vender bootleg de Eric Clapton; valor pode chegar a 1 milhão

Slash: o álbum clássico que fez ele mudar do baixo pra guitarraSlash: o álbum clássico que fez ele mudar do baixo pra guitarra

Rock e metal: 7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (12/11) para você ouvirRock e metal: 7 álbuns de destaque lançados nesta sexta-feira (12/11) para você ouvir


Solo: 10 artistas famosos que se lançaram em carreiras bem sucedidasSolo: 10 artistas famosos que se lançaram em carreiras bem sucedidas

Guitarristas e suas assinaturasGuitarristas e suas assinaturas

Pattie Boyd: a linda garota que inspirou vários clássicos do rockPattie Boyd: a linda garota que inspirou vários clássicos do rock


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo