Echo and The Bunnymen: Boa música, mas não mais obra-prima

Resenha - Meteorites - Echo and the Bunnymen

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Roberto Rillo Bíscaro
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ian McCullouch disse que Meteorites – lançado em junho pela 429 Records - é celestial sucessor de clássicos como Crocodiles (1980), Heaven Up Here (1981) e Ocean Rain (1984). A psicodelia lisérgica influente no ECHO & THE BUNNYMEN deve ter corroído um bocadinho do cérebro do vocalista/letrista. O álbum é bom, mas longe do pico criativo dos fundamentais ingleses oitentistas.
1008 acessosPra entender: o que é post-punk?5000 acessosMetal/Hard: Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

Nunca liderando paradas de sucesso, o ECHO & THE BUNNYMEN influenciou muita banda e os álbuns da primeira metade daquela década são marcados por variedade e tensão rítmicas, vocais sentidos e a subestimada guitarra de Will Sergeant, que, junto com Ian são o que resta da formação original.

Meteorites é polido à perfeição, com violinos a mancheia dando ares sinfônicos aos lamentos de McCullouch, que canta corretamente. Will continua discreto, certeiro e criativo em sua guitarra que se interessa mais em traçar arabescos do que solar falicamente.

Seria perfeito se não fosse tudo meio igual, desde a produção aos vocais, sem o sobe e desce emocional dos álbuns que McCullouch ambiciona emular.

Constantinople é fantasia orientalizada, onde a guitarra de Sergeant serpenteia em meio a arranjo encharcado em sobreposições de ópio. Is This a Breakdown me lembrou Bring On the Dancing Horses, que os Coelhinhos fizeram pro filme A Garota de Rosa Choque.

Lovers On The Run é a maravilha messiânica de Meteorites. Dá vontade de subir numa montanha e entoá-la de braços abertos. Sintomático: a faixa remete à perfeita The Killing Moon, então, basta comparar a montanha-russa emocional da última com a planície da primeira e comprova-se porque McCullouch não tem razão ao alinhar seu trabalho mais recente a sua produção 80’s.

Sem precisar provar mais nada, ECHO & THE BUNNYMEN atingiu a zona de conforto de quem sabe de seu legado.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Tracklist
1 – Meteorites
2 – Holy Moses
3 – Constantinople
4 – Is This a Breakdown?
5 – Grapes Upon the Vine
6 – Lovers on the Run
7 – Burn It Down
8 – Explosions
9 – Market Town
10 – New Horizons

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

1008 acessosPra entender: o que é post-punk?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Echo And The Bunnymen"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Echo And The Bunnymen"

Metal/HardMetal/Hard
Alguns dos maiores e melhores vocalistas atuais

Dave MustaineDave Mustaine
Falando sobre Magia Negra, Obama e Metallica

CoversCovers
Quando bandas Thrash, Death e Black prestam tributo

5000 acessosNão é Jesus: Imagem de David Gilmour aparece no pescoço de Fernanda Souza5000 acessosThrash Metal: dicas de dez ótimas bandas underground5000 acessosEvanescence: vocalista diz que gravadora arruinou a banda5000 acessosKiss: Paul Stanley começa a quebrar guitarras da Ibanez5000 acessosSeparadas no nascimento: Pitty e Amy Winehouse1422 acessosQueen: As 10 melhores composições de Brian May, segundo a Classic Rock

Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online