Depeche Mode: Mais um bom disco para a coleção

Resenha - Live in Berlin Soundtrack - Depeche Mode

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Gabriel Marques
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Após um ótimo disco (Delta Machine) o DEPECHE MODE iniciou uma turnê multimilionária pela Europa e Estados Unidos. A banda fez dois shows em Berlim e o resultado é esse disco ao vivo.
1460 acessosDepeche Mode: banda virá ao Brasil em 20185000 acessosDarkthrone: Fenriz fala sobre Sepultura, Sarcófago, Gal Costa e Caetano Veloso

O disco começa com a faixa Welcome to my World que soa como uma introdução, logo depois vem com Angel mais uma faixa do último disco, Walking in my Shoes é um clássico absoluto e nesse disco não decepciona com uma das melhores versões que o autor já ouviu, Precious de 2005 é uma das melhores faixas da banda desde 1997 que tem uma nova roupagem ao vivo acústica.

Black Celebration é outro clássico que a banda resgatou nessa turnê que ficou maravilhosa, Should Be Higher do último disco é uma faixa que funciona bem a vivo com direito a um coro da platéia no final, Policy of Truth não tem como falhar, é outro clássico que a platéia vibra.

The Child Inside é a faixa do último disco cantada por Martin L. Gore, guitarrista da banda, é uma das mais calmas da noite, a próxima também cantada por Martin é But Not Tonight, uma faixa quase desconhecida mas que chaga a ser um dos pontos fortes do álbum.
Heaven o primeiro single de Delta Machine já é um clássico e não desaponta ao vivo, Soothe My Soul também de Delta Machine é uma faixa mais animada que também parece funcionar bem ao vivo.

A Pain That I'm Used To de 2005 é uma faixa que ganhou um novo corpo nessa nova versão que se trata de um remix de 2011.A Question Of Time é um dos maiores clássicos da banda e nunca desaponta aos fãs. Enjoy The Silence, provavelmente o hino da banda como sempre causa euforia da platéia. Personal Jesus é outro clássico (sim, esse disco tem muitos clássicos) que não pode faltar no set.

Shake The Disease, originalmente cantada por Dave Gahan (o vocalista) nessa versão é brilhantemente cantada pelo guitarrista à capela. Halo nessa versão nova ao vivo é uma das mais bonitas já registradas. Just Can't Get Enough do primeiro disco é um faixa que sempre anima a platéia.

I Feel You outro clássico como sempre maravilhosa. Never Let Me Down Again com a participação da platéia no final é sempre um dos pontos altos do show. Goodbye do último disco fecha a noite com maestria.

Tracklist:
CD1
1. Welcome To My World
2. Angel
3. Walking In My Shoes
4. Precious
5. Black Celebration
6. Should Be Higher
7. Policy Of Truth
8. The Child Inside
9. But Not Tonight
10. Heaven
11. Soothe My Soul

CD2
1. A Pain That I’m Used To
2. Question Of Time
3. Enjoy The Silence
4. Personal Jesus
5. Shake The Disease
6. Halo
7. Just Can’t Get Enough
8. I Feel You
9. Never Let Me Down Again
10. Goodbye

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

1460 acessosDepeche Mode: banda virá ao Brasil em 2018510 acessosAlta Fidelidade: "Spirit", o novo disco do Depeche Mode0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Depeche Mode"

MetallicaMetallica
Tem sonoridade heavy mas escrevem canções pop

Depeche ModeDepeche Mode
5 belos covers feitos por bandas de Rock e Metal

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de novembro de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Depeche Mode"

DarkthroneDarkthrone
Fenriz comenta Sepultura, Sarcófago e MPB

MetallicaMetallica
James Hetfield fala sobre a sensação Ghost

ChorãoChorão
Tico Santa Cruz solta o verbo à sociedade hipócrita

5000 acessosGuitarra do futuro: fabricação com impressora 3D5000 acessosGene Simmons: declarações polêmicas sobre bandas de sucesso5000 acessosVoz: 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas (Parte I)2433 acessosPantera: bebê de sete meses agitando com "Cowboys From Hell"2964 acessosRock x Política: quem disse que não sai coisa boa dessa mistura?5000 acessosLamb of God: a simplicidade dos caras do Metallica

Sobre Gabriel Marques

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online