The Black Rook: Composições pegajosas e bem estruturadas

Resenha - Black Rook - Black Rook

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Formado por um duo carioca, o The Black Rook prima pela sua qualidade Sonora através de um Metal tradicional de muita qualidade e muito bem estruturado. A dupla é formada por Flavio Senra (vocal) e Rubens Lessa (guitarra, baixo e teclado, Alchemy, ex-Shadows FX, ex-Refugium Pecatorum) – Marcelo Oliveira é o baterista convidado.
5000 acessosMegadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"5000 acessosBlind Faith: uma das capas mais polêmicas da história

Impressiona de cara como as composições são pegajosas (no bom sentido, é claro), já que a primeira faixa Checkmate e The Black Rook impregna de cara, sendo que Unfortunate não fica atrás com seu belo riff e uma levada cadenciada. Forget My Name pende para um lado mais melódico e emocional.

O lado épico e mais variado fica por conta de Heart of Steel, enquanto Rats e I Am segue a linha tradicional proposta pela banda, assim como em Temptation (Will Bring Me Down) e mais um bom refrão com Madman in Chains. Com uma levada quase Doom e uma boa dose extra de peso Dark Disease fecha o disco com chave de ouro.

É bom salientar que o trabalho possui uma ótima produção executada no Kólera Studio, o que ressalta os bons vocais de Senra e a qualidade incontestável do músico Rubens Lessa. Um trabalho que surpreende e irá agradar desde os fãs mais saudosistas, assim como os atuais.

https://www.facebook.com/theblackrook
https://soundcloud.com/the_black_rook

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Black Rook"

Dave MustaineDave Mustaine
"Joguei dois feitiços em pessoas, ambos funcionaram!"

Blind FaithBlind Faith
Uma das capas mais polêmicas da história do rock

Demonstrações de afetoDemonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram

5000 acessosDuff McKagan: "Justin Bieber é um roqueiro de verdade!"5000 acessosSexo e Satã: as mensagens subliminares em capas de Rock / Metal5000 acessosWest Ham: o time do coração de Steve Harris5000 acessosA7X: "Somos Metal, mas se alguém acha que não, tudo bem!"5000 acessosMáscaras: confira algumas das mais fodas do metal5000 acessosKiss: o drama suicida de Peter Criss em 1994

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online