The Black Rook: Composições pegajosas e bem estruturadas

Resenha - Black Rook - Black Rook

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade


Formado por um duo carioca, o The Black Rook prima pela sua qualidade Sonora através de um Metal tradicional de muita qualidade e muito bem estruturado. A dupla é formada por Flavio Senra (vocal) e Rubens Lessa (guitarra, baixo e teclado, Alchemy, ex-Shadows FX, ex-Refugium Pecatorum) – Marcelo Oliveira é o baterista convidado.

Megadeth: Dave explica por que não tocar "The Conjuring"Pantera: "odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Impressiona de cara como as composições são pegajosas (no bom sentido, é claro), já que a primeira faixa Checkmate e The Black Rook impregna de cara, sendo que Unfortunate não fica atrás com seu belo riff e uma levada cadenciada. Forget My Name pende para um lado mais melódico e emocional.

O lado épico e mais variado fica por conta de Heart of Steel, enquanto Rats e I Am segue a linha tradicional proposta pela banda, assim como em Temptation (Will Bring Me Down) e mais um bom refrão com Madman in Chains. Com uma levada quase Doom e uma boa dose extra de peso Dark Disease fecha o disco com chave de ouro.

É bom salientar que o trabalho possui uma ótima produção executada no Kólera Studio, o que ressalta os bons vocais de Senra e a qualidade incontestável do músico Rubens Lessa. Um trabalho que surpreende e irá agradar desde os fãs mais saudosistas, assim como os atuais.

https://www.facebook.com/theblackrook
https://soundcloud.com/the_black_rook




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Megadeth: Dave explica por que não tocar The ConjuringMegadeth
Dave explica por que não tocar "The Conjuring"

Pantera: odiei gravar Cowboys From Hell, diz Phil AnselmoPantera
"odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor