Matérias Mais Lidas

Lars Ulrich: Eu era o maior fã do Iron MaidenLars Ulrich
"Eu era o maior fã do Iron Maiden"

Iron Maiden: vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%Iron Maiden
Vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%

Joe Biden: evento de posse terá Foo Fighters, Jon Bon Jovi, Springsteen e maisJoe Biden
Evento de posse terá Foo Fighters, Jon Bon Jovi, Springsteen e mais

Kiss: Gene Simmons diz que a falta de dinheiro é a raiz de todo o malKiss
Gene Simmons diz que a falta de dinheiro é a raiz de todo o mal

Kiss: análise vocal de Detroit Rock City explica grande alcance de Paul StanleyKiss
Análise vocal de "Detroit Rock City" explica grande alcance de Paul Stanley

Épicas: 10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)Épicas
10 músicas com mais de 10 minutos de duração (e nenhuma é do Dream Theater)

Pantera: as cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da RevolverPantera
As cinco melhores músicas da banda, segundo leitores da Revolver

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Titãs: o clipe censurado de Pelados em Santos, com topless de Bárbara PazTitãs
O clipe censurado de "Pelados em Santos", com topless de Bárbara Paz

Pantera: e se Vulgar Display Of Power fosse gravado pelo Metallica?Pantera
E se "Vulgar Display Of Power" fosse gravado pelo Metallica?

Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarristaAndreas Kisser
Os álbuns que marcaram o guitarrista

Iron Maiden: As faixas do clássico The Number Of The Beast, da pior para a melhorIron Maiden
As faixas do clássico "The Number Of The Beast", da pior para a melhor

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Dave Grohl: ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojentoDave Grohl
Ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojento

Iced Earth: promotores pedem que Jon Schaffer não seja solto sob fiançaIced Earth
Promotores pedem que Jon Schaffer não seja solto sob fiança


Matérias Recomendadas

Aerosmith: As 20 frases mais ultrajantes de Steven TylerAerosmith
As 20 frases mais ultrajantes de Steven Tyler

Mustaine: por que ele perdeu seu emprego no Metallica?Mustaine
Por que ele perdeu seu emprego no Metallica?

Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosIron Maiden
O passado vergonhoso registrado em fotos

Iron Maiden: o que os grandes músicos acham da banda?Iron Maiden
O que os grandes músicos acham da banda?

Luís Mariutti para Nando Moura: Estádio não se lota com views ou likesLuís Mariutti para Nando Moura
"Estádio não se lota com views ou likes"

Stamp
Tunecore

Aborted: O horror toma forma em seu mais novo capítulo

Resenha - Necrotic Manifesto - Aborted

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Niehues
Enviar Correções  


Um novo capítulo do ABORTED sairá oficialmente no dia 28 de Abril, mas nós da Horns Up já obtivemos acesso a este petardo.

A arte da capa é simplesmente fenomenal e nos remete muito ao encontrado em seu capítulo anterior, o aclamado "Global Flatline" (2012), um mundo pós-apocalíptico e dando enfase ao tema doentio da banda que é muito bem trabalho, em ambas as formas, musicalmente e artisticamente, claro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O por que utilizo a ênfase de um novo capítulo da banda?

Pois bem, "The Necrotic Manifesto" é uma evolução de tudo o que "Global Flatline" nos providenciou. E novamente a banda aposta em um aspecto que é brando entre uma estrutura de riffs bem construídas e uma bateria que mostra toda a sua ignorância e versatilidade: a brutalidade!

Um novo nível é alcançado pela banda e, que beira a perfeição em quase todas as faixas apresentadas, em especial os ótimos vocais Sven "Svencho" de Caluwé.

A introdução do álbum "Six Feet of Foreplay", um tanto quanto enigmática com uma atmosfera mórbida nos apresenta uma singela frase ao seu final: "I AM PAIN".

As músicas que se seguem demonstram uma habilidade simplesmente fenomenal de seus integrantes, em especial na primeira música da bolacha que logo de inicio apresenta uma sonoridade tipica do Aborted e mostra toda a técnica do baterista, Ken Bedene.

Porém, não se pode desmerecer seus colegas de bandas e o vocalista já supracitado e aqui tudo se encaixa perfeitamente. Os riffs bem construídos aliados aos vocais exibem uma técnica incrível e deve ser respeitada. Não há sombras de dúvidas de que, a banda está em seu auge e, usa e abusa do que sabem fazer melhor: um Death Metal habilidoso e bem trabalhado.

Mas, é válido ressaltar de que, apesar de existir uma boa variação de tempo, ótimos riffs e todo o brilho de seus membros, infelizmente o Aborted nos demonstra que está confortável e não aprimora nenhum grande experimento ao longo das 14 faixas. Tudo o que aqui existe, já foi apresentado em seu antecessor. Todavia, é melhor aprimorado e encaixado em termos de musicalidade.

Também é preciso ressaltar que as letras continuam insanas, macabras e apresentam o Gore em sua forma mais pura e decadente.

Apesar de não introduzir nenhuma música épica ou longa que permite a banda a explorar todos os seus conceitos e exibir passagens mais trabalhadas entre o brutal e o melódico - que ocorre com doses certas entre as músicas -, a banda nos apresenta em sua última faixa, intitulada "Cenobites" a mais longa do disco com um pouco mais que 5 minutos.

E se tratando desta última música, ganhamos uma homenagem ao filme cult "Hellraiser", onde os Cenobites são as criaturas do inferno que buscam a alma aprisionada ao inferno para tortura eterna. E de fato, a banda provou que esta música é o ápice de todo o disco, e que a homenagem é bastante digna, inclusive, contando com uma frase clássica de Hellraiser, o líder dos Cenobites. Aliás, para aqueles que conhecem o filme ou tenham acesso a letra, encontrarão claras referências a falas e cenas do primeiro filme da franquia.

Até mesmo a foto promocional do álbum possui algumas pistas referente ao filme e, é digna de transparecer a mensagem que The Necrotic Manifesto apresenta.

Nos resta somente, aumentar o volume no máximo e bater cabeça ao som de mais um excelente trabalho do grupo e do gênero.

"The Necrotic Manifesto":

01. Six Feet Of Foreplay (01:12)
02. The Extirpation Agenda (03:11)
03. Necrotic Manifesto (02:45)
04. An Enumeration Of Cadavers (03:31)
05. Your Entitlement Means Nothing (01:44)
06. The Davidian Deceit (03:32)
07. Coffin Upon Coffin (03:25)
08. Chronicles Of Detruncation (03:07)
09. Sade & Libertine Lunacy (03:41)
10. Die Verzweiflung (02:28)
11. Excremental Veracity (02:38)
12. Purity Of Perversion (02:44)
13. Of Dead Skin & Decay (03:08)
14. Cenobites (05:28)


Outras resenhas de Necrotic Manifesto - Aborted

Aborted: Músicas tão doentias quanto empolgantes


Malvada
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Death Metal: cinco bateristas do gênero que são insanosDeath Metal
Cinco bateristas do gênero que são insanos


Tony Iommi: John Bonham quebrou a bateria de Bill WardTony Iommi
John Bonham quebrou a bateria de Bill Ward

Brian Johnson: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaBrian Johnson
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"


Sobre Guilherme Niehues

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.