Beatles: Continuando a saga da maior banda de todos os tempos...

Resenha - With the Beatles - Beatles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vicente Reckziegel
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O segundo disco dos Beatles é quase que uma continuação de seu Debut “Please Please Me”. Algo compreensível, visto que sua gravação ocorreu apenas pouco mais de meio ano após o álbum de estréia, algo que nos dias de hoje seria algo impensável, visto que a maioria das bandas leva anos entre cada lançamento. Mas ali era uma época diferente, padrões diferentes, em que um grupo que ficasse fora da mídia (rádios) logo era atropelado pelas demais na explosão que foi o rock n’roll naquele principio dos anos sessenta, principalmente na Inglaterra.
147 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha5000 acessosJourney: o famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"

Sem dúvida, é diferente fazer uma resenha de um disco de um grupo que já encerrou suas atividades há décadas, do que resenhar um álbum recém lançado de uma banda em plena atividade. Principalmente quando se trata de uma “simples banda” como o quarteto de Liverpool. E ainda mais quando se tenta tecer uma pequena critica deste album em questão.

Dizer que “With the Beatles” é um disco ruim é quase uma heresia, e não pretendo cometer tal ato, até porque não seria o caso aqui. Mas para quem conhece toda a discografia da banda, repleta de obras-prima, sabe que o registro em questão não seria um dos Top 5, apesar de conter músicas excelentes.

Na verdade, aqui talvez tenhamos os melhores covers da banda, como a grande “Please Mister Postman, a fantástica “Roll Over Beethoven” (talvez a melhor regravação da banda, com uma grande atuação de George Harrison, uma música que é impossível evitar a empolgação ao escutá-la) e “Money”, uma música que casa perfeitamente com a interpretação quase “sacana” de John Lennon. Entretanto, em uma via contrário, não traz as composições mais inspiradas deles como compositores, exceção obvia a espetacular “All my Loving”, presença constante até hoje nos shows do Paul McCartney.

“With the Beatles” traz também a primeira composição de Harrison, “Don’t Bother Me”, que em comparação as suas músicas dos anos seguintes pode ser considerada somente mediana, e a tradicional faixa cantada por Ringo Starr, nesse caso “I Wanna Be your Man”, que havia sido gravada algumas semanas antes pelos Rolling Stones, como uma espécie de presente de McCartney e Lennon para a banda, mas que acabou sendo aproveitada igualmente pelos Beatles.

Em qualquer discografia, “With the Beatles” seria um grande momento, mas por tudo que a banda realizou nos anos posteriores, fica aquela sensação de “sim, é bom, mas os próximos é que realmente são os clássicos”. Mas nada que realmente tire o brilho de mais uma grande obra da maior banda de todos os tempos.

A Seguir: O melhor disco da fase inocente da banda...

Tracklist:

1.It Won’t Be Long
2.All I’ve Got To Do
3.All My Loving
4.Don’t Bother Me
5.Little Child
6.Till There Was You
7.Please Mister Postman
8.Roll Over Beethoven
9.Hold Me Tight
10.You Really Got a Hold On Me
11.I Wanna Be Your Man
12.Devil In Her Heart
13.Not a Second Time
14.Money (That’s What I Want)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

147 acessosCanal NB: os Beatles e o baseado no castelo da rainha98 acessosAlta Fidelidade: Unboxing "Sgt Pepper's" 50 anos304 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música539 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural2671 acessosBeatles: Sgt Peppers em super box especial para fãs brasileiros0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Rock StarsRock Stars
Como se pareceriam alguns se não tivessem morrido

Ícones do rockÍcones do rock
Retratados com fitas cassete

VH1VH1
Os 100 melhores álbuns de rock segundo a emissora

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

JourneyJourney
O famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"

E-FarsasE-Farsas
Papa Francisco era fã do Black Sabbath?

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Cliff Burton, do Metallica, muito antes da fama

5000 acessosBig Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferida5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19815000 acessosGuitarristas: os 10 maiores de todos os tempos segundo a Time5000 acessosOs Segredos dos Grandes Mestres #1: "Patience", do Guns N' Roses5000 acessosGuns N' Roses: Em 1985, desconhecidos, tocando "Don't Cry" em bar5000 acessosBlack Sabbath: versão de "War Pigs" que agradou o próprio Iommi

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online