Beatles: Continuando a saga da maior banda de todos os tempos...

Resenha - With the Beatles - Beatles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel
Enviar Correções  

7


O segundo disco dos Beatles é quase que uma continuação de seu Debut "Please Please Me". Algo compreensível, visto que sua gravação ocorreu apenas pouco mais de meio ano após o álbum de estréia, algo que nos dias de hoje seria algo impensável, visto que a maioria das bandas leva anos entre cada lançamento. Mas ali era uma época diferente, padrões diferentes, em que um grupo que ficasse fora da mídia (rádios) logo era atropelado pelas demais na explosão que foi o rock n’roll naquele principio dos anos sessenta, principalmente na Inglaterra.

Grana: os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornalA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem dúvida, é diferente fazer uma resenha de um disco de um grupo que já encerrou suas atividades há décadas, do que resenhar um álbum recém lançado de uma banda em plena atividade. Principalmente quando se trata de uma "simples banda" como o quarteto de Liverpool. E ainda mais quando se tenta tecer uma pequena critica deste album em questão.

Dizer que "With the Beatles" é um disco ruim é quase uma heresia, e não pretendo cometer tal ato, até porque não seria o caso aqui. Mas para quem conhece toda a discografia da banda, repleta de obras-prima, sabe que o registro em questão não seria um dos Top 5, apesar de conter músicas excelentes.

Na verdade, aqui talvez tenhamos os melhores covers da banda, como a grande "Please Mister Postman, a fantástica "Roll Over Beethoven" (talvez a melhor regravação da banda, com uma grande atuação de George Harrison, uma música que é impossível evitar a empolgação ao escutá-la) e "Money", uma música que casa perfeitamente com a interpretação quase "sacana" de John Lennon. Entretanto, em uma via contrário, não traz as composições mais inspiradas deles como compositores, exceção obvia a espetacular "All my Loving", presença constante até hoje nos shows do Paul McCartney.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"With the Beatles" traz também a primeira composição de Harrison, "Don’t Bother Me", que em comparação as suas músicas dos anos seguintes pode ser considerada somente mediana, e a tradicional faixa cantada por Ringo Starr, nesse caso "I Wanna Be your Man", que havia sido gravada algumas semanas antes pelos Rolling Stones, como uma espécie de presente de McCartney e Lennon para a banda, mas que acabou sendo aproveitada igualmente pelos Beatles.

Em qualquer discografia, "With the Beatles" seria um grande momento, mas por tudo que a banda realizou nos anos posteriores, fica aquela sensação de "sim, é bom, mas os próximos é que realmente são os clássicos". Mas nada que realmente tire o brilho de mais uma grande obra da maior banda de todos os tempos.

A Seguir: O melhor disco da fase inocente da banda...

Tracklist:

1.It Won’t Be Long
2.All I’ve Got To Do
3.All My Loving
4.Don’t Bother Me
5.Little Child
6.Till There Was You
7.Please Mister Postman
8.Roll Over Beethoven
9.Hold Me Tight
10.You Really Got a Hold On Me
11.I Wanna Be Your Man
12.Devil In Her Heart
13.Not a Second Time
14.Money (That’s What I Want)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Grana: os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornalGrana
Os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornal

Beatles: Os cinquenta anos do álbum Let It Be (vídeo)

Little Richard: Que sua voz ecoe no mundo branco opressor conservador, diz Samuel RosaLittle Richard
"Que sua voz ecoe no mundo branco opressor conservador", diz Samuel Rosa

Little Richard: Paul McCartney, seu aluno mais célebre, lamenta morte nas redesLittle Richard
Paul McCartney, seu aluno mais célebre, lamenta morte nas redes

Little Richard: Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morteLittle Richard
Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morte

Little Richard: Ringo Starr e Pete Best, bateristas dos Beatles, lamentam falecimentoLittle Richard
Ringo Starr e Pete Best, bateristas dos Beatles, lamentam falecimento

Som de Peso: Let It Be, o fim dos Beatles (vídeo)Alta Fidelidade: 50 anos de Let it Be dos Beatles

Lars Ulrich: filhos do baterista mostram como fazer música pesada de verdadeLars Ulrich
Filhos do baterista mostram como fazer música pesada de verdade

Mick Jagger: Beatles melhores que Rolling Stones? A resposta dele a McCartneyMick Jagger
Beatles melhores que Rolling Stones? A resposta dele a McCartney


Lego: bandas que amamos (e outras nem tanto) em versão LegoLego
Bandas que amamos (e outras nem tanto) em versão Lego

John Lennon: 10 coisas que você não sabia sobre o BeatleJohn Lennon
10 coisas que você não sabia sobre o Beatle


A importância da revista Playboy na vida de alguns rockstarsA importância da revista Playboy na vida de alguns rockstars

Axl Rose: Sobe na porra do palco ou você vai morrer!Axl Rose
"Sobe na porra do palco ou você vai morrer!"


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280