Biohazard: "No Holds Barred" mostra o grupo em sua melhor forma

Resenha - No Holds Barred - Biohazard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Com quatro discos lançados, o Biohazard conquistou fãs de todo o globo, fez turnês concorridíssimas com as bandas Sepultura, Machine Head, Black Sabbath, KISS, Slayer e Suicidal Tendencies. além disso, foi uma das atrações da lendária primeira edição do Phillips Monsters Of Rock, em 1996. Porém, a banda enfrentou dificuldades que nem imaginavam, que seriam sérias.
5000 acessosBruce Dickinson: punks não sabem tocar e tem inveja do metal5000 acessosGuitarras e Baixos: Perguntas e Respostas

Uma delas foi a saída do guitarrista Bobby Hambel, que "quase" virou o chefe da banda. No seu lugar, entrou o guitarrista Rob Echeverria, após as gravações do Mata Leão. Outro momento intenso foi, quando a banda se apresentou no Monsters Of Rock, Evan Seinfeld (vocal/baixo) recebeu a notícia da morte do seu pai. Dá pra imaginar como deve ser difícil fazer um show depois dessa notícia!

Voltando do show, voaram para Hamburgo (Alemanha), para gravar o disco ao vivo No Holds Barred, pela Roadrunner. Com um set baseado em seus quatro registros, a banda estava mais afiada e bem ensaiada do que nunca, apesar do público receber friamente.

O show começa com Shades Of Grey, pegando fogo. Sons como Authority, Urban Discipline, Business Victory (que recebeu um reprise), Black And White And Red All Over, How It Is e a versão de After Forever (Black Sabbath) são para deixar qualquer alemão num ataque de loucura explícita.

Mas o final com Punishment e Hold My Down acaba com o massacre. Realmente um disco que mostra o biohazard em sua melhor forma.

Formação:

Evan Seinfeld - vocal/baixo
Billy Graziadei - vocal/guitarra
Danny Schuler - bateria/percussão
Rob Echeverria - guitarra

Tracklist:

1-Shades Of Grey
2-What Makes Us tick
3-Authority
4-Urban discipline
5-Modern Democracy
6-Love Denied
7-Business
8-Tales From The Hardside
9-Better Days
10-Victory
11-Survival Of The Fittest
12-Blue Blood
13-Black And White And Red All Over
14-Victory (reprise)
15-How It Is
16-After Forever (Black Sabbath cover)
17-Tears Of Blood
18-German Lesson #7
19-Chamber Spins Three
20-Wrong Side Of The Tracks
21-Waiting To Die
22-These Eyes (Have Seen)
23-Punishment
24-Hold My Own

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Biohazard"

Mad MaxMad Max
Inspirando W.A.S.P., Violator, Biohazard e outros

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Biohazard"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Punks não sabem tocar e tem inveja do Metal

Guitarras e BaixosGuitarras e Baixos
Perguntas e respostas sobre os instrumentos

Maquiagem, spikes e sorrisosMaquiagem, spikes e sorrisos
Conheça o Happy Black Metal

5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosSexo e rock n' roll: banda grava e vende pornô para bancar despesas5000 acessosPor pouco: 15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor5000 acessosPink Floyd: Nick Mason compara saída de Waters à morte de Stalin5000 acessosDave Mustaine: detratores são cruéis, mas não burros5000 acessosCopa do Mundo: Mojo elege as 15 canções mais incríveis do Brasil

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online