Onslaught: Ótima banda, que merece maior reconhecimento

Resenha - VI - Onslaught

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Sem dúvida o ONSLAUGHT está na melhor fase de sua carreira. Desde o retorno da banda, com o álbum "Killing Peace" (2007), os caras vêm trazendo aos fãs de thrash metal ótimos trabalhos, que transbordam peso e agressividade. E este "VI" não foge à regra.

Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice

Embora não tão marcante quanto o anterior, "Sounds of Violence" (2011), "VI" não fica atrás em termos de qualidade e brutalidade, uma vez que a banda em momento algum tira o pé do acelerador, com faixas pesadíssimas e técnicas, com aquela mescla de elementos "old school" e outros mais modernos, que caracterizam essa sua fase atual.

Como nos discos anteriores, o destaque do álbum fica para a dupla de guitarristas Nige Rockett e Andy Davies, que exaram uma avalanche de ótimos riffs e solos em cada uma das nove faixas do disco. O novo baterista, Mic Hourihan é outro que dá um show, deixando o som da banda ainda mais técnico e brutal.

Dentre os destaques, "Chaos is King", "Children of the Sand" (mais cadenciada, e trazendo alguns elementos de música mediterrânea, além de uma ótima letra) e a ode à música e oculta "66'Fucking'6" são as mais marcantes, mas todas as demais mantém a ótima pegada do álbum.

A produção, a cargo da própria banda, também está excelente, com todos os instrumentos muito bem timbrados (o som das guitarras é fantástico).

Mais uma grande disco desses ingleses, que merecem mais atenção e reconhecimento por parte do público que aprecia música pesada de qualidade, pois sem dúvida se trata de uma das melhores formações do thrash metal atual. Escute com o pescoço preparado...

VI - Onslaught (AFM - Importado - 2013)

1. A New World Order
2. Chaos Is King
3. Fuel for My Fire
4. Children Of The Sand
5. Slaughterize
6. 66'Fucking'6
7. Cruci-Fiction
8. Dead Man Walking
9. Enemy of My Enemy

Lineup:
Sy Keeler - Vocals
Nige Rockett - Guitar
Jeff Williams - Bass
Andy Rosser-Davies - Guitar
Mic Hourihan - Drums




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Onslaught"


Steve Grimmett: quase cantei no Maiden, Priest e Sabbath!Steve Grimmett
"quase cantei no Maiden, Priest e Sabbath!"

Onslaught: ex-vocal do Anthrax é demitido por não cantar direitoOnslaught
Ex-vocal do Anthrax é demitido por não cantar direito


Antes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rockAntes do Black Sabbath
As 50 músicas mais pesadas do rock

Motorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhiceMotorhead
A opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGooILQ