Armaroth: Death Metal clássico com pegada atual

Resenha - False Vision - Armaroth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Na singela opinião desse que vos escreve, essa banda eslovena denominada Armaroth faz o que de melhor deve ser feito no Death Metal atualmente. Isto é, o quinteto de Kranj (cidade com pouco mais de 50 mil habitantes situada no noroeste do país) mescla bem características do Death Metal tradicional com a pegada do estilo atual.
5000 acessosButcher Babies: Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy5000 acessosLobão: show mais curto da história do Rock não pertence a ele

O som do grupo não aposta sempre na velocidade, com levadas e quebradas muito bem sacadas, além de um peso elevado. Riffs mórbidos, típicos do estilo são destilados a esmo e a banda não inclui solos em suas composições. A cozinha é brutal e dá ainda mais ênfase ao peso.

Vocais guturais, de certa forma inteligíveis, vomitam letras que abordam os temas comuns do Death Metal, tais como morte, guerra e religião. Não podemos deixar de mencionar algumas camas de teclados macabras inclusas em algumas passagens, que nos remetem diretamente ao princípio do estilo.

A boa produção, com nível de álbum oficial, só contribuiu para o conjunto da obra deste petardo. Difícil destacar algo em “False Vision” que é composto por quatro músicas e uma introdução. Portanto, procure ouvir este trabalho que mostra dignidade e conhecimento de causa.

http://www.facebook.com/armaroth.band
https://soundcloud.com/armaroth

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Armaroth"

Butcher BabiesButcher Babies
Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

LobãoLobão
Show mais curto da história do Rock não pertence a ele

OrtografiaOrtografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo5000 acessosRammstein: "Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!", diz Till Lindemann5000 acessosStatik Majik: A coleção de vinis do baterista Luis Carlos5000 acessosSebastian Bach: a "Escola de Grito" do vocalista5000 acessosKorn: famosa capa é homenageada em seriado da Rede Globo?

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online