Gstruds:um ataque de riffs sem precedente

Resenha - Only Tia Gertrudes is Real - Gstruds

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo M. Brauna
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Dentre carmas e honrarias o povo cearense é conhecido Brasil a fora pelo seu ótimo senso de humor explorado a exaustão pela mídia. No metal essa herança também é aproveitada e somada a um ataque de riffs sem precedente encorpado em GSTRUDS. Produzido na "zona franca do inferno" (como a banda satiriza) o 'debut' intitulado "Only Tia Gertrudes is Real" é capaz de macerar ouvidos com sua pegada thrash metal.
5000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold5000 acessosMegadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

Com mais de vinte anos de palco Gstruds chega a seu primeiro 'full length' tendo o membro remanescente da primeira formação, LUIZ LEMOS (vocal), PAULO HENRIQUE (guitarra), CARLOS MENEZES (baixo) e ACÁCIO VIDAL (bateria). O som muito pesado e veloz beira os limites do 'Crossover Thrash' em alguns momentos e é perfeito para incandescer rodas no meio da plateia.

Temas como "Puta Purulenta", "Retroboy" e "Terror no Beco da Poeira" (famoso "shopping" popular do centro de Fortaleza) retratam de maneira genial e com uma linguagem peculiar, cenas de uma vida urbana. Essas canções e as demais, como sugerem os títulos, são todas cantadas em português e a "bolacha" ainda vem com grandes participações. "Maldição do Ovo", que fala de um 'pinto anticristo', "Ataque das Borboletas Canibais" (minha preferida), "Véio do Saco" e "Velma, a Barata Zumbi" podem até desagradar os headbangers mais metidos a "fodões", porém são faixas de uma criatividade perfeita nos riffs e melodias. Sobrou até para o estilo 'gore' em "Churrascos dos Vermes" e uma sarcástica crítica à religião, "Satã Obreiro da Universal".

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

A arte gráfica ficou por conta de Tiago Amora e resume bem o conteúdo do disco, a capa que apresenta a "Véia Maldita" suja de sangue empunhando uma machadinha, lembra até um pouco o 'Eddie' na famosa gravura de "Killers" (Iron Maiden). O encarte vem com diversas ilustrações representando cada faixa e o material impresso é de boa qualidade. A produção e gravação ficaram a cargo de André Noronha no 'Estúdio Master Sith'.

Mais uma banda cearense que está de parabéns pelo material lançado e que sua tradição perdure por mais vinte anos. Esse primeiro 'play' certamente será porta de entrada para o público nacional onde ficaremos na torcida para que mais novidades surjam o quanto antes da "Véia Gertruds". Proibido para pseudoradicais!

Formação:

LUIZ LEMOS – vocal;
PAULO HENRIQUE – guitarra;
CARLOS MENEZES – baixo;
ACÁCIO VIDAL – bateria.
André Noronha – backing vocal (Puta Purulenta e Retroboy) – 1º solo (Terror no Beco da Poeira);
Wolney Mendes – vocais (Terror no Beco da Poeira);
Felipe Ferreira – vocais (Churrasco dos Vermes);
João Paulo Babush – baterista (estúdio).

Faixas:
01 – Puta Purulenta;
02 – Maldição do Ovo;
03 – Retroboy;
04 – Churrasco dos Vermes;
05 – Ataque das Borboletas Canibais;
06 – Satã Obreiro da Universal;
07 – Terror no Beco da Poeira;
08 – Véio do Saco;
09 – Velma, a Barata Zumbi.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Only Tia Gertrudes is Real - Gstruds

485 acessosGstruds: valeu a espera pelo debut destes veteranos do Thrash

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Gstruds"

OverkillOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

MegadethMegadeth
Os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

SepulturaSepultura
Andreas conta curiosidades sobre os primórdios da banda

5000 acessosMini Iron Maiden: tocando "Ghost Of The Navigator" na escola5000 acessosMetallica: os motivos da saída de Jason Newsted5000 acessosPensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich Nietzsche5000 acessosGaleria - Musas do Metal5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano5000 acessosKiss: filho de Gene Simmons desmistifica pai

Sobre Leonardo M. Brauna

Leonardo M. Brauna é cearense de Maracanaú e desde adolescente vive a cultura do Rock/Metal. Além do Whiplash, o redator escreve para a revista Roadie Crew e é assessor de imprensa da Roadie Metal. A sua dedicação se define na busca constante por boas novidades e tesouros ainda obscuros.

Mais matérias de Leonardo M. Brauna no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online