Code 3-7: o Brasil agora tem um bom representante do Djent

Resenha - Main Entrance - Code 3-7

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É interessante notar como diversos rótulos surgem dentro dos mais variados estilos musicais. E no meio heavy metal a coisa não é diferente, pois sempre vemos o surgimento de novos estilos/subgêneros, que recebem novas denominações por parte da mídia especializada e, não raras vezes, pelos próprios músicos. E a moda atual no metal é o Djent (ou Djent Metal), termo que muitos atribuem a criação ao guitarrista Fredrik Thordendal,do MESHUGGAH.

Exemplos: 10 músicos com deficiências ou problemas de saúdeMetallica: os segredos de "Enter Sandman"

E o Brasil agora tem um bom representante do estilo, o CODE 3-7, banda formada por Michel Oliveira - Guitarras/Produção, Rafael Lucas - Bateria, e Wallace Ribeiro - Baixo, que lançou seu primeiro registro em 2012, formado por 12 músicas instrumentais do mais alto nível.

Mas o que seria esse tal de "Djent Metal"? Na verdade, trata-se de um metal pesadíssimo, com forte influência de música industrial e algo de eletrônico, com os instrumentos em afinação baixa, e muita utilização de riffs em "palm-mute" (abafamento). Muitos atribuem essa definição para o som de bandas como o MESHUGGAH e o BORN OF OSIRIS, por exemplo.

Voltando ao som do trio brasileiro, os caras investem em uma sonoridade bem moderna, experimental e futurista, com elementos eletrônicos muito bem encaixados, sem exageros, e tendo como principal atrativo dos riffs magistrais de Michel Oliveira, com um peso absurdo, que chega a impressionar. Além disso, é perceptível também que a banda procurou variar ao máximo as composições, que possuem diversos elementos progressivos instigantes, como várias mudanças de andamento.

Todas as 12 faixas são muito boas, e embora possam parecer um pouco repetitivas na primeira audição, após a segunda tudo já se torna mais natural, ficando claro que a banda tem muita qualidade, e um futuro promissor pela frente.

A produção do material também é excelente, deixando bem evidente toda e excelência do som do grupo.

Assim, trata-se de um ótimo registro, que surpreende o ouvinte, tamanha a qualidade apresentada, sendo indicado inclusive para aqueles que, assim como este que vos escreve, não aprecia tanto música instrumental. Vale a pena!

Main Entrance - Code 3-7
(2012 -Nacional)

1. In Activation
2. Secrets of the Mind
3. War
4. Feelings in My Hands
5. Sounds of the Soul
6. In My Soul
7. The Seven
8. Subsconscious World
9. Threat Part I
10. Threat Part II
11. Threat Part III
12. War (Remix)

https://soundcloud.com/code3-7/code-3-7-teaser-new-album-201...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Code 3-7"


Exemplos: 10 músicos com deficiências ou problemas de saúdeExemplos
10 músicos com deficiências ou problemas de saúde

Metallica: os segredos de Enter SandmanMetallica
Os segredos de "Enter Sandman"

Axl Rose: Afinal de contas, o que houve com sua voz?Axl Rose
Afinal de contas, o que houve com sua voz?

Max Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merdaGuitarristas: você consegue identificar todos nesta imagem?Zakk Wylde: o interesse de participar de uma reunião do PanteraRage Against the Machine: é um milagre terem feito quatro álbuns, declara Tom Morello

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.