Flagelo: grupo investe no Thrash da forma mais 'brazuca' possível

Resenha - Pesadelo - Flagelo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Apesar de este trabalho ter sido lançado há quase 14 anos, a banda cearense Flagelo ainda está na ativa e já lançou em 2012 o trabalho "Necrofilia". Formado atualmente por Elineudo Morais (vocal), Leo Souza (baixo), Toninho Laureno (bateria), Fran Alves – único que não gravou "Pesadelo" - e Gustavo Morais (guitarras), o grupo investe no Thrash Metal da forma mais 'brazuca' possível.

Focado em nomes como Taurus e Anthares, o Flagelo canta em português e se sai bem no que propõe. Guitarras ríspidas com riffs rápidos, cozinha violenta e vocais rasgados imperam nessa demo. As composições são velozes e transbordam agressividade, tudo feito com coesão e pegada.

publicidade

Com letras que abordam desde ódio, corrupção e o caos social, as seis composições possuem unidade no trabalho, ficando difícil destacar alguma. Mesmo assim, me arrisco a dizer que a faixa título e a bem trabalhada Ódio são petardos que honram a força do Thrash Metal nacional. Vale à pena conferir.

http://www.myspace.com/FlageloThrash

publicidade


Outras resenhas de Pesadelo - Flagelo

Flagelo: uma pedrada cheia de qualidade e vigor



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


King Diamond: ele é satanista, e não meramente marqueteiroKing Diamond
Ele é satanista, e não meramente marqueteiro

Vitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do BackstageVitão Bonesso
A imensa coleção do apresentador do Backstage


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin