Job For a Cowboy: um dos mais instigantes do estilo na atualidade

Resenha - Demonocracy - Job For a Cowboy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Vindo de uma grande ascensão na cena underground do death metal, os norte-americanos do JOB FOR A COWBOY, apesar de estarem apenas iniciando a carreira (em comparação com as bandas já consolidadas do estilo), já conseguiram angariar uma legião de fãs de música extrema ao redor do mundo. E com este seu 3º disco, lançado em meados de 2012, os caras se consolidam ainda mais como um dos nomes mais instigantes do estilo na atualidade.
5000 acessosDoom Metal: os dez trabalhos essenciais do estilo5000 acessosLemmy Kilmister: A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha

Com uma sonoridade forte, pesada e muito brutal, mas ao mesmo tempo com muita técnica e precisão, a banda conseguiu mais uma vez criar um disco intenso, agressivo e com uma qualidade de gravação excelente, graças ao trabalho com o produtor Jason Suecof, que conseguiu entender bem a proposta sonora do JOB FOR A COWBOY, e extrair o máximo dos caras.

E mais interessante no som do quinteto é que, além de trazerem diversas influências do death metal old school, de bandas como OBITUARY e DISMEMBER, conseguem introduzir diversos outros elementos mais modernos e extremos, deixando tudo ainda mais brutal e intenso. Além disso, a técnica apurada dos músicos salta aos olhos, com passagens absurdamente complexas, tocadas com uma naturalidade de tirar o chapéu.

Há também muitas boas melodias, que contrastam harmoniosamente com o peso sobressalente das faixas, e tornam a audição do disco mais prazerosa e menos maçante, e faz com que músicas como “Children of Deceit”, “Imperium Wolves”, “Black Discharge” e “Fearmonger”, apesar de toda a complexidade que possuem, sejam assimiladas facilmente pelo ouvinte logo nas primeiras audições do material.

Destaque também para a belíssima arte gráfica do material, em especial à capa, repleta de simbolismo.

Assim, mais uma vez o JOB FOR A COWBOY dá um passo gigantesco em sua carreira, conseguindo evoluir sem deixar de lado suas raízes, o que fatalmente lhe trará ainda mais fãs, inclusive no Brasil, onde até hoje infelizmente nenhum de seus discos foi lançado oficialmente. O que as gravadoras estão esperando, eu não faço idéia...

Demonocracy – Job For a Cowboy
(2012 – Metal Blade - Importado)

Children of Deceit
Nourishment Through Bloodshed
Imperium Wolves
Tongueless and Bound
Black Discharge
The Manipulation Stream
The Deity Misconception
Fearmonger
Tarnished Gluttony

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Demonocracy - Job For a Cowboy

1605 acessosJob For a Cowboy: Fiel ao Death mas atraente para todos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Job For A Cowboy"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Job For A Cowboy"

Doom MetalDoom Metal
Os trabalhos essenciais segundo o About.com

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
A vida dele fazia Keith Richards parecer uma menininha

TragédiasTragédias
10 das piores ocorridas em shows de Rock e Metal

5000 acessosMichael Kiske: "O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"5000 acessosBeatles: tocando "Stairway To Heaven" no YouTube?5000 acessosEm 16/01/1993: o Nirvana fazia um show catastrófico no Brasil5000 acessosJess Greenberg: mais vídeos de covers em voz e violão5000 acessosPhil Anselmo: vocalista fala de sua relação com as drogas5000 acessosRolling Stone: revista elege sete hinos para sete décadas de rock

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online