Ente: um autêntico antídoto para funkeiros e vizinhos chatos

Resenha - Transtornado Instrumento de Sangre - Ente

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imaginem uma hecatombe nuclear, e transponham esta idéia ao meio musical. É, você pegou a idéia do que o quinteto ENTE, do Equador, faz neste seu segundo CD, 'Transtornado Instrumento de Sangre', um autêntico antídoto para funkeiros e vizinhos chatos com mania de 'eu gosto, todos têm que ouvir'.

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos

A banda faz um Death Metal muito bruto e agressivo até dizer chega, mas ao mesmo tempo, não é desprovido de certa técnica, o quinteto faz uma alquimia perfeita entre vocais guturais extremos entremeados bor gritos rasgados, riffs de guitarra agressivos à extremo, formando uma muralha compacta e intransponível, baixo e bateria bem coesos e precisos, mas ambos com técnica acima da média, e resultam em uma sonoridade extremamente brutal, lembrando a escola européia de Death Metal dos anos 90.

Tendo a mão de Juan Pablo Ribas na mixagem e masterização, a produção é gordurosa e privilegia bastante a afinação grave das guitarras, mas sabendo não obliterar os agudos que surgem, logo, a sonoridade está bem equilibrada, deixando com que a música da banda flue com a naturalidade e o peso necessários. A arte da capa, em um belo Digipack, é ótima e extremamente antenada com a proposta sonora/lírica da banda. Aliás, vale citar que a banda canta no idioma natal, ou seja, o espanhol.

Musicalmente falando, o trabalho já faz apologia a si mesmo em todas as faixas que o compõem, sendo que temos pontos fortes em 'El Origen', uma pedrada rasgada e bruta, com rapidez e voracidade incríveis, se sobressaindo os vocais, com ótimos guturais e o baixo, que mostra brilhantismo em vários momentos; a técnica e brutal 'Expiación'; a opressiva 'Descomposición Ulterior', que é alternada entre momentos velozes e alguns mais cadenciados; e 'Seres Seudocádaveres', uma faixa empolgante e forte, onde temos uma esporreira autêntica 'made in Equador'.

Uma banda ótima, que merece cair nas graças de todos os fãs de um bom Death Metal brutal.

Transtornado Instrumento de Sangre - Ente
(2012 - Hybrida Music - Importado)

Tracklist:
01. El Origen
02. Expiación
03. Descomposición Ulterior
04. Transtornado Instrumento de Sangre
05. Ver Mas Alla Que Las Sombras
06. Seres Seudocádaveres
07. El Descenso
08. Purification Through the Torture

Formação:
Igor Icaza - Bateria
Nelson Rodriguez - Guitarras
German Mora - Baixo
Juan Carlos Arévalo - Vocais (faixa 8), Guitarras
Gabriel Tapia - Vocais (faixas 5-7)
Daniel Cisneros - Vocais (faixas 1-4)

Contatos:
http://facebook.com/ente.muerte
http://www.myspace.com/entemuerte
http://www.reverbnation.com/entedeathmetal

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ente"

Max CavaleraMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda

Ultimate GuitarUltimate Guitar
As 28 canções mais sombrias de todos os tempos

David BowieDavid Bowie
A última foto pública e a última foto privada

5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo5000 acessosSkank: banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa5000 acessosDee Snider: Kiss se vendeu e não deveríamos tê-los perdoado4780 acessosMetal Underground: 10 Bandas que você precisa ouvir5000 acessosHangar: Pesada troca de críticas entre Aquiles Priester e ex-vocalistas

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online