Deftones: chegaram ao ápice de sua criatividade

Resenha - Koi No Yokan - Deftones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Uma das bandas mais bem sucedidas comercialmente dos últimos tempos na música pesada, o DEFTONES sempre sofreu muito preconceito por parte do público mais tradicionalista, por ter surgido junto com a primeira safra de bandas de new metal, e por criar uma sonoridade mais variada e moderna. Mas a verdade é que esses americanos sempre tiveram uma carreira muito consistente, lançando ótimos discos, e agora chegam ao ápice de sua criatividade com esse excelente "Koi No Yokan", seu sétimo registro de estúdio.

Deftones: banda toca "Gauze" pela primeira vez; assistaCapas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Com uma sonoridade bem madura, com canções muito bem estruturadas, pesadas e com ótimos arranjos e belíssimas harmonias, Chino Moreno (vocais e guitarras), Stephen Carpenter (guitarras), Frank Delgado (teclados e samples), Sergio Veja (baixo) e Abe Cunningham (bateria) conseguiram criar uma obra instigante e complexa, mas que cativa o ouvinte logo na primeira audição do material, graças às excelentes melodias apresentadas.

Como sempre fugindo do lugar comum, esses cinco americanos ousaram ainda mais nesse novo disco, acrescentando uma alta dose de peso nas composições, mas sem deixar de lado suas melodias características, nem mesmo os momentos mais viajados e introspectivos. Além disso, os vocais de Chino estão incríveis, em sua melhor performance até hoje.

Há ainda que se mencionar a excelente produção do material, a cargo de Nick Raskulinecz, que contribuiu muito para o resultado final do material, que ficou sujo e bem timbrado, na medida certa.

Assim, a banda nos brinda com 11 ótimas faixas, algumas mais diretas e agressivas, como "Swerve City" e "Poltergeist" (que riffs!), e outras mais melódicas e progressivas, como "Leathers" e a semibalada "Rosemary". Mas merecem menção ainda as excelentes "Romantic Dream", Tempest" e "What Happened To You?", algumas das melhores músicas já criadas pelos caras.

Portanto, podemos dizer que "Koi No Yokan" traz todos os elementos já característicos do som do DEFTONES, mas tudo potencializado, sendo um disco excelente e variado, ainda melhor que o anterior, "Diamond Eyes", mostrando toda a criatividade de Chino Moreno e sua trupe. Se você ainda tem algum preconceito em relação à banda, fica a dica: escute o álbum no volume máximo, pois é difícil não se impressionar com tanta qualidade!

Koi No Yokan - Deftones
(2012 - Nacional)

01. Swerve City
02. Romantic Dreams
03. Leathers
04. Poltergeist
05. Entombed
06. Graphic Nature
07. Tempest
08. Gauze
09. Rosemary
10. Goon Squad
11. What Happened To You?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Deftones"


Deftones: banda toca "Gauze" pela primeira vez; assista

1997: 15 discos de rock/metal que completam 20 anos de lançamento1997
15 discos de rock/metal que completam 20 anos de lançamento

Metal Injection: 20 álbuns que completam 20 anos em 2017Metal Injection
20 álbuns que completam 20 anos em 2017

Korn: nu metal foi a última onda de grandes bandas de rock, diz Jonathan DavisKorn
Nu metal foi a última onda de grandes bandas de rock, diz Jonathan Davis


Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Ozzy Osbourne: tudo que você sempre quis saber sobre eleOzzy Osbourne
Tudo que você sempre quis saber sobre ele

Ozzy Osbourne: dando chega mais em Mônica Apor na coletivaOzzy Osbourne
Dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva

Lemmy: "Eddie Van Halen nunca chegará aos pés de Hendrix!"Oito razões pra dormir com um bateristaMegatallica: genial versão de "Welcome My Darkest Hour"Pearl Jam: O autoplágio de Eddie Vedder?

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.