Master: banda ajudou a criar o estilo mais violento do Metal

Resenha - New Elite - Master

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O norte-americano Paul Speckmann (radicado há 5 anos na República Tcheca) é, sem sobra de dúvidas, um dos mentores do que chamamos de Death Metal. Ao lado do saudoso Chuck Schuldiner, o batalhador Jeff Becerra, entre outros guerreiros pioneiros, Speckmann ajudou a criar o estilo mais violento e menos acessível do Metal.
5000 acessosRatos de Porão x Iron Maiden: resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson5000 acessosPaixão nacional: o futebol e os roqueiros britânicos

Através da entidade Master - hoje composta, além do baixista e vocalista, por Zdeněk Pradlovský (bateria) e Ales Nejezchleba (guitarra) – ele segue com seu legado levando a cabo o Death Metal 'old school' que faz há quase 30 anos. É como se o Motörhead ou o AC/DC fossem mais extremos, ou seja, a banda possui aquela fórmula que nunca vence.

Mas isso não quer dizer que não haja evolução em sua sonoridade. O Master não ficou pra trás e foi gradativamente trabalhando em melhores produções, o que é o caso deste "The New Elite". Apesar do som sujo, sua sonoridade é nítida e fica longe de ser plastificada, tudo a cargo da banda e P. Nejezchleba no Shaark Studios, na República Tcheca.

As composições continuam diretas, enérgicas e agressivas. Talvez esse seja o melhor trabalho de guitarras já visto em um álbum do Master. Os riffs são poderosos, apesar de simples. O baixo de Paul continua extremo e seus urros estão cada vez melhores. A levada de bateria é clássica, no melhor estilo do já citado Motörhead.

As letras de Paul continuam sendo um belo soco na cara e "The New Elite" é focado na farsa social e a coerção política. A faixa título, Redirect The Evil, Souls To Dissuade e Twist Of Fate são ótimas composições e ficam um passo a frente das outras contidas no disco. Pode conferir de olhos fechados, o Master continua o mesmo.

http://www.master-speckmetal.net/
http://www.reverbnation.com/master
http://www.myspace.com/masterspeckmann
http://www.facebook.com/pages/Master/18521536017

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de New Elite - Master

800 acessosMaster: simples, curto, grosso e muitíssimo bem feito611 acessosMaster: sem sinais de enfraquecer os velhos ideais997 acessosMaster: deixa o ouvinte atordoado com tanto ódio

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Master"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Master"

Ratos x MaidenRatos x Maiden
Resposta de Jão à entrevista de Bruce Dickinson

Futebol e rockFutebol e rock
As paixões de Harris, McCartney, Daltrey e outros

Heavy MetalHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos

5000 acessosIron Maiden: sobre o que fala a música "Aces High"?5000 acessosFãs de Rock: você conhece o estilo de se vestir de cada um5000 acessosUltimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rock5000 acessosA Vida Pós-bilau: vocalista do Life of Agony abre o jogo3846 acessosMetaleiro: popularizado no 1º RIR, termo continua polêmico5000 acessosMetallica: o que Andreas Kisser achou do "Hardwired?"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online