RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemBruce Dickinson explica como cuida de sua voz

imagemDio sobre ocultismo: "Aprendi há muito tempo que não se mexe com espíritos"

imagemO hit da Legião Urbana que ditadura censurou apesar de mensagem antidroga

imagemRússia pede para que Roger Waters fale com a ONU sobre a situação da Ucrânia

imagemTommy Lee posta (mais um) nude em suas redes sociais

imagemOpeth: Mikael Akerfeldt se interessa por Elis Regina em loja de disco de SP

imagemA opinião de Humberto Gessinger sobre movimentos separatistas da região Sul do Brasil

imagemMegadeth vai transmitir show que será realizado no Japão


Def Leppard Motley Crue 2

Crippled Black Phoenix: viagem ao passado do Progressivo

Resenha - Mankind;Crafty Ape - Crippled Black Phoenix

Por Ben Ami Scopinho
Postado em 22 de novembro de 2012

Nota: 9

É sempre gratificante nos depararmos com um trabalho como este nas prateleiras do Brasil... Capitaneado pelo britânico Justin Greaves e contando inicialmente com feras que já passaram por nomes relevantes como Iron Monkey, Mogwai, Electric Wizard, etc, o Crippled Black Phoenix atravessou os oito anos de trajetória com várias mudanças em sua formação até chegar a "(Mankind) The Crafty Ape", um quinto registro que continuará instigando o público devoto do Rock Progressivo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

‘... Use a sua raiva de forma criativa para destruir seus opressores... ’ é o impactante anúncio feito por uma voz robótica que dá início à audição. A partir daí, o Crippled Black Phoenix forja sua música mantendo os mais altos padrões de qualidade na configuração setentista do Rock Progressivo, inclusive dividindo todo o conceito – a corrupção e injustiça que a humanidade promove são os pontos centrais – em três partes ao longo de dois discos.

Ainda que insistentes lampejos otimistas se façam presentes, é inegável que a vibração geral do repertório seja consideravelmente melancólica e sutilmente macabra. Mas é hipnoticamente belo, todo construído com influências das mais ecléticas e, ainda assim, oferecendo aquela sempre interessante natureza cinematográfica que resulta em fácil assimilação. Ou seja, é uma viagem sincera e sem complicações desnecessárias.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E se esta tal viagem, tão alinhada ao passado, fatalmente resulte em ecos de Pink Floyd e Jethro Tull, é indiscutível que "(Mankind) The Crafty Ape" se posicione muito além dos atos genéricos que sempre rondarão qualquer cena musical mundo afora. Com toda sua inspiração e profundidade artística, este é um registro não somente obrigatório aos amantes do gênero, mas possui características que poderão cativar um público mais amplo em se tratando de Rock´n´Roll. Confira!

Contato:
http://www.crippledblackphoenix.com

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação:
Justin Greaves - guitarra, bateria, saw, teclado, violão, banjo, efeitos e samplers
Karl Demata - guitarra e guitarra slide
Christian Heilmann - baixo
Mark Furnevall - sintetizadores e teclados
Mark Ophidian - sintetizadores e teclados
Miriam Wolf - piano e voz
Volk - voz

Crippled Black Phoenix – (Mankind) The Crafty Ape
(2012 – Som Livre / Mascot Label Group – nacional)

Disco 01 (51 min):
Chapter I - A Thread
01. Nothing (We Are...)
02. The Heart Of Every Country
03. Get Down And Live With It
04. (In The Yonder March)
05. A Letter Concerning Dogheads
06. The Brain / Poznan

Chapter II - A Trap
07. Laying Traps
08. Born In A Hurricane
09. Release The Clowns
10. (What?)

Disco 02 (34 min):
Chapter III - The Blues Of Man
1. A Suggestion (Not A Very Nice One)
2. (Dig, Bury, Deny)
3. Operation Mincemeat
4. We'll Never Get Out Of This World Alive
5. Faced With Complete Failure, Utter Defiance Is The Only Response

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".
Mais matérias de Ben Ami Scopinho.