Rotted - mistura de Punk com Death Metal ditam as regras

Resenha - Anarchogram - Rotted

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Energia constante transborda desse trabalho dos britânicos do The Rotted. Uma mistura bem dosada de punk com death metal ditam as regras do EP "Anarchogram".
5000 acessosArnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao Metallica5000 acessosMetallica: a evolução de James Hetfield ao longo dos anos

Nele, existem seis músicas, dentre elas duas faixas novas e quatro covers. "Drink Myself To Death", primeira faixa do disco, começa bem e mostra o som que todos esperam da banda, vocais puxados pro Death Metal e riffs tipicamente punk rock. Me fez pensar em uma mistura de Asphyx com Bad Religion talvez. Algo realmente inesperado e inovador de certa forma. O ritmo permanece incessante e não nos poupa em momento algum, porrada do início ao fim. A segunda faixa, "Dawn Of A New Error", mantém a mesma pegada e nos brinda com um refrão que gruda na cabeça por dias a fio. A terceira faixa começa com as músicas cover, e de cara temos "Iron Fist" do Motorhead. Nada mais apropriado ao estilo, se mostrando uma bela escolha. A surpresa positiva fica para a quarta música, um cover de "Propaganda" do nosso Sepultura. Gostei do estilo do vocal nessa faixa, porém, o instrumental deixou muito a desejar, faltou "punch". Inesperadamente temos a faixa "Deathcrust", cover do Mayhem (!?). Incrível como souberam se sair muito bem e deram uma bela roupagem a essa música totalmente Black Metal. Por fim, temos o cover de "Out Of Hand" do Entombed, que casou perfeitamente com o som do The Rotted, sendo essa mais uma escolha super acertada. Com pouco mais de vinte minutos de música, o que temos aqui são bons momentos de diversão, seja com as músicas de autoria da banda, seja com os covers escolhidos a dedo. Ultimamente, como um número cada vez maior de bandas no mercado, a saída é buscar por inovação, misturar os estilos mais diversos que existem. O The Rotted não inventou a roda, mas é com certeza um dos expoentes no que agora podemos chamar de Punk Death Metal.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Rotted"

Collectors RoomCollectors Room
Coleção de Metallica com 16 versões apenas do "Ride"

MetallicaMetallica
A evolução de James Hetfield ao longo dos anos

Hard RockHard Rock
As bandas do gênero que ficaram para trás

5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage5000 acessosBateristas: os dez músicos mais loucos de todos os tempos5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine5000 acessosIron Maiden: Steve Harris não foi o primeiro baixista?5000 acessosKerrang: os 22 artistas que estão moldando o futuro do rock5000 acessosNirvana: a artista que teria fumado cinzas de Cobain com maconha

Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna “Rolo Compressor” na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD´s, DVD´s, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online