Matérias Mais Lidas

Youtuber expõe miséria que Spotify repassa a bandas de metal brasileiroYoutuber expõe miséria que Spotify repassa a bandas de metal brasileiro

Iron Maiden: veja Adrian Smith cantando Wasted Years durante show do Smith/KotzenIron Maiden: veja Adrian Smith cantando "Wasted Years" durante show do Smith/Kotzen

A opinião de Lucas Inutilismo sobre o System of a Down e a arrogância no metalA opinião de Lucas Inutilismo sobre o System of a Down e a arrogância no metal

Fabio Lione revela como funciona pagamento de cachê nas bandas gringasFabio Lione revela como funciona pagamento de cachê nas bandas gringas

Legião Urbana: conheça o casal que inspirou Eduardo e Mônica, que virou filmeLegião Urbana: conheça o casal que inspirou "Eduardo e Mônica", que virou filme

O comovente significado da cruz da capa de Appetite for Destruction, segundo Axl RoseO comovente significado da cruz da capa de "Appetite for Destruction", segundo Axl Rose

Måneskin: Victoria De Angelis posta foto nua na cama e fãs elogiamMåneskin: Victoria De Angelis posta foto nua na cama e fãs elogiam

Black Sabbath: Tony Martin achou que fosse apanhar de Dio no primeiro (e único) encontroBlack Sabbath: Tony Martin achou que fosse apanhar de Dio no primeiro (e único) encontro

John Lennon: como Simone conseguiu autorização de Yoko Ono para gravar Então é NatalJohn Lennon: como Simone conseguiu autorização de Yoko Ono para gravar "Então é Natal"

Nirvana: como foi o encontro de Kurt com Duff McKagan, dias antes do suicídioNirvana: como foi o encontro de Kurt com Duff McKagan, dias antes do suicídio

Capital Inicial: o surpreendente motivo pelo qual Dinho Ouro Preto começou a usar drogasCapital Inicial: o surpreendente motivo pelo qual Dinho Ouro Preto começou a usar drogas

Machine Gun Kelly deu anel de noivado com espinhos para Megan Fox: amor é dorMachine Gun Kelly deu anel de noivado com espinhos para Megan Fox: "amor é dor"

A sensata opinião de Clemente Tadeu sobre o movimento punk no BrasilA sensata opinião de Clemente Tadeu sobre o movimento punk no Brasil

Ghost: novo álbum será lançado em março; confira capa, tracklist e singleGhost: novo álbum será lançado em março; confira capa, tracklist e single

Metallica: banda dá bateria de presente para músico de rua que havia sido roubadoMetallica: banda dá bateria de presente para músico de rua que havia sido roubado


Stamp

Black Drawing Chalks: um dos melhores cds lançados no ano

Resenha - No Dust Stuck on You - Black Drawing Chalks

Por David Oaski
Fonte: Rock Ideologia
Em 30/10/12

Nota: 7

Quem ouviu a banda Black Drawing Chalks em meados de 2009, com o então recém lançado "Life is a Big Holiday for Us" certamente não imaginou que se tratasse de uma banda brasileira, pois as guitarras distorcidas, as melodias arrastadas e as letras em inglês certamente sugeriam que se tratasse de uma nova banda do Oregon ou da Califórnia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não era, por mais surreal que possa parecer, eles vem de Goiânia, capital do estado de Goiás, conhecido nacionalmente por revelar diversas duplas sertanejas, como Leandro e Leonardo e Zezé di Camargo e Luciano. Ao contrários dos conterrâneos, a banda faz um som pesado, que foi rapidamente rotulado como stoner rock, gênero popularizado no final da década de 90 pelo Queens of the Stone Age, mas já vinha reverberando desde o começo da década com o Kyuss e o Helmet, por exemplo.

Pra quem não sabe, o stoner rock (rock chapado, em tradução livre), possui como principais características os riffs de guitarra, pesados e arrastados, distorção, variação entre melodias rápidas e mais vagarosas, sempre com uma boa pitada de psicodelia. As raízes do estilo vêm principalmente dos anos 70, de bandas como Blue Cheer, Mountain, Lynyrd Skynyrd e o Grand Funk Railroad.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O Black Drawing Chalks foi formado em 2005 e os membros atuais são: Victor Rocha, guitarra e vocal; Edimar Filho, guitarra; Denis de Castro, baixo; e Douglas de Castro, bateria. A banda possui três álbuns lançados, todos pela Monstro Discos, o primeiro: "Big Deal", de 2007; seguido do badalado "Life is a Big Holiday for Us", de 2009; e o quarteto está de volta, com seu melhor trabalho até aqui, "No Dust Stuck On You", que tentaremos esmiuçar nas linhas seguintes.

São quinze faixas de porrada na orelha, passando por grunge, stoner, pós grunge, resvalado no pop e quem sabe até no punk, mas sempre com canções de muita qualidade.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Guitarras rápidas e os pratos da bateria anunciam a introdução de "Famous", que abre o disco, anunciando o que está por vir. Victor entra cantando com seu timbre entre o rasgado e o agudo, bem característico. Letra e música são uma viagem quase lisérgica e por ter uma melodia rápida remete à vídeos de skate e esportes de ação. Cheira à adrenalina.

Em seguida vem o primeiro single, "Cut Myself in 2", com a melodia arrastada, totalmente diferente da canção anterior. Possui uma pegada grunge (outra forte influência da banda) e remete a Soundgarden e algumas canções do Alice in Chains. "Street Rider" é suingada e com a melodia mais pop, um dos destaques do álbum, nessa eles citam um trecho do título: "...Riding, ain't no dust stuck on me i'll follow...".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Walking By" começa com uma linha de baixo e uma melodia mais soturna, lembra um pouco o new metal do Korn ou Deftones. A letra, como a maioria da banda, são devaneios, ora sacanas, ora chapados, sempre com aquela dose excelente de psicodelia. Já "No Anchor" é uma canção da década de 70, gravada em 2012, com a distorção alucinante da guitarra. "Disco Ghost" já tem a pegada mais stoner, com a melodia cheirando a asfalto na auto estrada, com muita cerveja e substâncias ilícitas. Possui um bom solo de guitarra.

O Queens of the Stone Age assinaria facilmente "I've Got Your Flavor", pois a canção possui a melodia muito rápida e voz abafada, lembrando muito algumas gravações da banda de Josh Homme, muito pelo timbre das guitarras. Outro destaque do disco.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Simmer Down" é outra porrada com um breve e ótimo solo e guitarras afiadas, enquanto "Swallow" inicia com um berro e o andamento da guitarra marca quase um heavy metal, porém a música balanceia entre o peso e a cadência, garantido pela coesão apresentada pela banda. "Immature Toy" segue a mesma linha, porém com mais distorção e um solo psicodélico. Na letra um garoto jovem fala de uma desilusão amorosa e se define como um brinquedo imaturo.

"Black Lines (I'll Find a Way)" inicia com uma levada na bateria de Douglas que remete quase a um hardcore, depois cadencia, encorpa e é uma das melhores do disco. Essa lembra mais alguma banda de rock alternativo dos anos 90. "Little Crazy" é um encontro do grunge com a psicodelia, com um riff marcante, boa linha de baixo se alternando no destaque da canção, com a bateria marcando tudo e o vocal potente.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"The Stalker", "Denis's Dream" e "Cheat, Love and Lies" fecham o disco. A primeira mantém a pegada pesada, enquanto a segunda se desenvolve como uma marchinha e tem uma letra pequena que fala sobre vingança. A última faixa, novamente rápida e voraz, queimando o pneu e encerrando com o ótimo verso: "...tell me baby that i got a dream to survive".

O Black Drawing Chalks juntou todas suas influências e fez além de seu disco mais pesado, seu melhor álbum até aqui. Vemos uma banda executando músicas enxutas, sem firulas, com técnica e precisão. Uma banda em ascensão, esbanjando talento, provando que a cena brasileira ainda possui sim bandas de qualidade e com propostas honestas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Esse é um dos melhores discos lançados no Brasil até aqui esse ano, senão o melhor, produzido por uma banda que não deixa nada a desejar pra gringo nenhum.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica, Guns, Slipknot, Kiss: tombos, erros e fatos engraçadosMetallica, Guns, Slipknot, Kiss
Tombos, erros e fatos engraçados

Heavy Metal: os maiores álbuns da história para os gregosHeavy Metal
Os maiores álbuns da história para os gregos


Sobre David Oaski

David Oaski é editor do blog Ideologia Rock, colunista do site Stereo Pop Club e colabora frequentemente com os sites Galeria Musical e Whiplash, além de já ter escrito para outras plataformas online. Amante de música (principalmente rock) independente de rótulos, escreve por hobby e para exercitar o senso crítico.

Mais matérias de David Oaski.