Muse: esbanja vigor a cada trabalho lançado

Resenha - 2nd Law - Muse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Cláudio Carvalho Reis
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Ao contrário das "salvações do rock", que desaparecem na velocidade em que ascendem, o MUSE esbanja vigor a cada trabalho lançado. Em seu sexto álbum, não podia ser diferente!
2014 acessosQueen: Siri sabe completar a letra de "Bohemian Rhapsody"?5000 acessosSonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejados

Formado no distante 1994, o grupo britânico vem angariando fãs desde que SHOWBIZZ (seu disco de estreia) fora lançado, em 1999. De lá para cá, a banda vem colecionando um belo catálogo de canções, das quais destaco (cometendo a injustiça de citar uma só) KNIGHTS OF CYDONIA, uma obra-prima do rock moderno, presente no álbum BLACK HOLES AND REVELATIONS (de 2006).

Com o sucesso crescente culminando em THE RESISTANCE, de 2009, o MUSE se tornou o queridinho da Inglaterra, e uma das bandas mais bem-sucedidas na cena mundial da atualidade. Ao contrário de figuras forjadas, que aparecem aos borbotões (THE STROKES, alguém?), o trio composto por Matthew Bellamy (vocal, guitarra e piano); Christopher Wolstenholme (baixo, voz secundária e teclado) e Dominic Howard (bateria e percussão) galgou cada degrau à custa de seu talento; de fato irrefutável.

Em 2012, o MUSE meteu o pé na porta: SURVIVAL foi tema dos Jogos Olímpicos de Verão 2012. A canção trouxe a reboque um trailer do novo álbum, intitulado THE 2ND LAW. Com influência confessa de dubstep, o disco veio precedido de uma certa apreensão. Por mais que a banda seja variada em sua musicalidade, uma mudança tão radical não agradaria aos fãs.

Mas para o bem de todos, o MUSE sabe o que faz. E THE 2ND LAW é um disco ambicioso e sofisticado. O caldeirão de referências inclui QUEEN (em MADNESS) e um funk rock matador (PANIC STATION), que remete ao clássico SUPERSTITION, de STEVIE WONDER. Chris dá uma palhinha de seu potencial, como grande baixista que é. E ainda canta nas faixas SAVE ME e LIQUID STATION - assinando também a autoria de ambas.

Há momentos de calmaria; mais do que o habitual. Mas tal detalhe não depõe contra a obra. Apenas evidencia - mais uma vez - a musicalidade do trio. Ainda que haja uma salada de referências, o estilo do MUSE está lá, inconfundível como a voz de seu líder.

Caótico e inquieto, o MUSE vem crescendo e amadurecendo a cada obra lançada. Com THE 2DN LAW, eles não superaram "The Resistance". Mas provaram que não precisam fazer mais do mesmo. O material já está entre os melhores do ano, como já era de se esperar.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de 2nd Law - Muse

2012 acessosMuse: um disco que foge do marasmo1878 acessosMuse: não precisa fazer o novo, mas sim, fazer música3006 acessosMuse: mais orquestral e majestoso do que nunca

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 19 de outubro de 2012

QueenQueen
Siri sabe completar a letra de "Bohemian Rhapsody"?

1818 acessosVinil: os 10 discos mais caros do mundo1544 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify744 acessosGreen Day: 65 mil cantando "Bohemian Rhapsody" durante show0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Queen"

Backward MessagesBackward Messages
Mensagens ao contrário em músicas de Rock

RockstarsRockstars
Veja algumas fotos antes da fama - parte 2

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Muse"0 acessosTodas as matérias sobre "Queen"

SonhoSonho
Os 10 palcos de shows mais desejados

PanteraPantera
"Odiei gravar Cowboys From Hell", diz Phil Anselmo

BaixosBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

5000 acessosMarilyn Manson: é do cantor o vídeo mais assustador5000 acessosGuns N' Roses: banda se separou por causa de Michael Jackson, diz empresário5000 acessosGuitarristas: E se os mestres esquecessem como se toca?5000 acessosTarja Turunen: entrevista da cantora na revista Playboy5000 acessosDinheiro: Qual a fortuna atual de alguns rockstars5000 acessosQuando shows dão errado: 25 apresentações desastrosas

Sobre José Cláudio Carvalho Reis

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online