Estuary: delicadeza vocal? Não neste álbum...

Resenha - To Exist And Endure - Estuary

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por José Antonio Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Se você procura por brutalidade sonora com vocais avassaladores de uma "delicada" mulher, deve conferir o trabalho da banda estadunidense ESTUARY. E antes que opinem algo do tipo "ah, mais uma parecida com ARCH ENEMY", adverto-os que "To Exist And Endure" vai muito além, com sólidas canções que passeiam por um Thrash/Death Metal vigoroso e que coloca muitas bandas do estilo no chinelo.
5000 acessosDeath Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOL5000 acessosSexo e rock n' roll: banda grava e vende pornô para bancar despesas

A julgar pela introdução, nada de coisinhas instrumentais mais "tranquilinhas" ou algo mais sinfônico. O álbum começa a 300 quilômetros por hora com a intro "To Exist...", emendada com um vocal monstruoso da faixa seguinte, "Soul Scarred Captives". A responsável por tamanha habilidade (e brutalidade!) vocal é Zdenka Prado, que desfila competência em todas as faixas do trabalho.

Temos de tudo um pouco: desde passagens super características na bateria nos remetendo ao Thrash Metal até algumas quebras de ritmo que são logo sustentadas por riffs bem empregados, ótimas melodias, como em "Of Weakening Stone" e "The Evershielding", e claro, pitadas de Death Metal bem dosadas. A cadenciada "Woven Denial" é um dos pontos altos do álbum, demonstrando que o disco não é aquela coisa direta e reta do começo ao fim, mostra que há espaço para ritmos diferenciados que logo ganham forma extrema juntamente com riffs matadores e passagens destruidoras na bateria.

"Flesh And Blood Dillema" até tem algo que nos remete a uma influência dos suecos do AT THE GATES, mas não é a melhor do álbum, este prêmio vai para "Riding The Tides Of Malice", que empolga com sua velocidade intensa e talvez seja o retrato do petardo, já que demonstra grande parte das características que compõem o álbum e o encerra em grande estilo. Ainda há tempo de mais uma instrumental, "...To Endure", que de forma cadenciada encerra definitivamente a avalanche sonora que em pouco mais de 40 minutos mostra todo peso e técnica da banda.

"To Exist And Endure" parece algo oriundo do inferno, que nos brinda com vocais que despejam monstruosidade, potência e muitas melodias instrumentais interessantes.
Preparem os ouvidos, deixem o machismo de lado e apreciem esta sapatada nas orelhas!

Faixas:

1. To Exist...
2.Soul Scarred Captives
3. Draining the Deptor
4.Of Weakening Stone
5.Woven Denial
6.The Evershielding
7.Flesh and Blood Dilemma
8.Silence and Mind
9.Riding the Tides of Malice
10. ...To Endure

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Estuary"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Sexo e rock n rollSexo e rock n' roll
Banda grava e vende pornô para bancar despesas

Por poucoPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

5000 acessosMegadeth: fã tem siricutico ao encontrar Mustaine; veja vídeo5000 acessosThin Lizzy, Metallica: A história de "Whiskey in the Jar"5000 acessosNo alto do castelo há uma linda princesa...2964 acessosNa teoria: e se álbuns Black e Death virassem livros infantis?5000 acessosA Vida Pós-bilau: vocalista do Life of Agony abre o jogo4057 acessosTecnologia: quanto mais tempo durarão os downloads de música?

Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online