Stratovarius: o último com o baterista Jörg Michael

Resenha - Under Flaming Winter Skies - Stratovarius

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

8


Desde o lançamento do clássico "Infinite" (2000), que junto com "Visions" (1997) fizeram a fama mundial do STRATOVARIUS, a banda iniciou um período de grande crise, graças aos problemas psicológicos infindáveis de seu até então líder, Timo Tolkki, que culminaram com o lançamento de discos medianos em sequência, depois o encerramento da banda, sua reativação com uma nova vocalista de forma risível, até a saída definitiva do guitarrista, e o retorno da banda já com nova formação, em 2009, com o disco "Polaris".

Mas se com "Polaris" a coisa não deu tão certo para os finlandeses, o disco seguinte "Elysium" (2011), mostrou a força do STRATOVARIUS, e que poderia existir vida para os caras sem a presença de Timo Tolkki. Mas novamente problemas surgem no caminho do grupo, com o diagnóstico do câncer do baterista Jörg Michael.

publicidade

Mas após um longo tratamento, e com uma boa recuperação, o baterista voltou a tocar com a banda, mas decidiu sair definitivamente do grupo, e esse disco ao vivo marca seu show de despedida, sendo que Michael passou os últimos 16 anos com a banda, incluindo seu período de maior sucesso.

Contando com a formação atual da banda (que além de Michael, conta ainda com Timo Kotipelto – Vocal, Matias Kupiainen – Guitarra, Jens Johansson – Teclado e Lauri Porra – Baixo), o CD traz o show completo realizado pela banda em Tampere, Finlândia, em 19 de Novembro de 2011, marcando, como dito, a despedida do baterista, que foi posteriormente substituído por Rolf Pilve.

publicidade

Trazendo clássicos incontestáveis da carreira do grupo (e do metal melódico em geral), como "Speed of Light", "Kiss of Judas", "Paradise", Visions", "Legions of Twilight", "Black Diamond", "Father Time" e "Hunting High and Low", com outras mais recentes e alguns solos, o disco é bem interessante e nostálgico, mostrando que atual formação da banda é bem consistente ao vivo. O único problema são os solos, totalmente desnecessários, mas que não tem o condão de retirar a excelência do material.

publicidade

A qualidade do áudio é muito boa, e o disco tem também sua versão em DVD, que sairá em breve no mercado nacional, também pela Hellion Records.

Trata-se, pois, de um item altamente indicado para os fãs da banda, e que mostra que a atual formação do STRATOVARIUS tem seus méritos, embora seja difícil superar aquela que contava com Tolkki na formação (até porque, mesmo com seus problemas, todos os clássicos da banda foram compostos pelo cara, e o metal melódico não tem mais a força de outrora). Mas mesmo assim, "Under a Flaming Winter Skies" é um prato cheio para os fãs, que poderão conferir pela última vez o brilhante Jorg Michael destruindo seu kit junto com os finlandeses.

publicidade

Under Flaming Winter Skies - Live In Tampere – Stratovarius
(2012 – Hellion Records - Nacional)

CD 1:
1. Under Flaming Skies
2. I Walk to My Own Song
3. Speed of Light
4. Kiss of Judas
5. Deep Unknown
6. Guitar Solo
7. Eagleheart
8. Paradise
9. Visions
10. Bass Solo
11. Coming Home

CD 2:
1. Legions of the Twilight
2. Darkest Hours
3. Burn
4. Behind Blue Eyes
5. Winter Skies
6. Keyboard Solo
7. Black Diamond
8. Father Time
9. Hunting High and Low

publicidade


Outras resenhas de Under Flaming Winter Skies - Stratovarius

Stratovarius: Álbum indicado somente para os fãsStratovarius
Álbum indicado somente para os fãs




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Power Metal: 10 álbuns essenciais segundo About.comPower Metal
10 álbuns essenciais segundo About.com

Power Metal: As bandas mais populares segundo o FacebookPower Metal
As bandas mais populares segundo o Facebook


Felipe Andreoli: Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra...Felipe Andreoli
"Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de Roots Bloody Roots?Sepultura
Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin