Night Flight Orchestra: relação entre o Heavy Metal e o Pop

Resenha - Internal Affairs - Night Flight Orchestra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Por mais surpreendente que possa parecer em um primeiro momento, a relação entre os estilos mais extremos do heavy metal e o pop "comercial" e "descartável" - entre aspas mesmo - sempre existiu. Diversas bandas de death e black já deixaram claro em entrevistas e depoimentos a admiração que sentem por artistas como ABBA, Bee Gees, Jackson 5 e outros. Algumas foram além e gravaram versões para hits do mundo pop, como foi o caso do Children of Bodom ( "Oops! I Did It Again", de Britney Spears), Therion ("Summer Night City", do ABBA), Type O Negative ("Hit Me Baby One More Time", outra vez Britney Spears) e Mushroomhead ("Crazy", de Seal).
874 acessosArch Enemy: ouça "The World Is Yours", faixa do novo álbum5000 acessosCourtney Love: "Parei com drogas e transei como um coelho"

Porém, por mais que essa admiração sempre tenha existido, desconheço alguém que fez o que o The Night Flight Orchestra fez: gravar um disco completo com esse direcionamento, explorando uma sonoridade mais acessível e que faz parte do DNA da maioria dos músicos de metal. Tendo como figuras centrais o vocalista Björn Strid (Soilwork) e o baixista Sharlee D'Angelo (Arch Enemy) - completam o time o guitarrista David Andersson, o tecladista Richard Larsson e o baterista Jonas Källsbäck -, o The Night Flight Orchestra acaba de lançar o seu primeiro álbum, o excelente "Internal Affairs".

O negócio aqui é um pop temperado com elementos de soul, funk e AOR. Sabiamente, a produção deixou o disco com uma sonoridade bem vintage, que remete ao final dos anos setenta e início da década de oitenta. Com grandes doses de melodia, as composições agradam de imediato. Pulsantes, as onze faixas de "Internal Affairs" proporcionam uma agradável audição, conquistando de imediato.

A performance de Björn Strid deve ser mencionada. Todo mundo sempre falou que o cara era um excelente vocalista, e ele realmente o é. O que Strid faz no Soilwork, variando vocais guturais com vozes limpas com imensa naturalidade, já comprovava isso. Porém, ele dá um passo além com o The Night Flight Orchestra. Cantando de forma limpa e indo de timbres mais graves a outros mais agudos, Strid é o grande destaque de "Internal Affairs".

O outro fator que faz do álbum um trabalho diferenciado é o exemplar trabalho de composição. Todas as músicas são de grande qualidade, e exploram aspectos variados da formação dos músicos. Enquanto algumas apostam mais no rock como "Siberian Queen" e "California Queen", outras mergulham sem medo em gêneros não explorados pelas bandas principais dos integrantes - e é justamente quanto isso acontece que o disco se torna especial.

A excelente "West Ruth Ave" poderia estar em qualquer álbum do Stix. "Transatlantic Blues" é um progressivo pop que mostra o quanto os caras ouviram Supertramp e Kansas na adolescência. A faixa-título parece saída de um disco de Stevie Wonder gravado na primeira metade da década de 1970.

Toda essa variedade faz de "Internal Affairs" um álbum rico e surpreendente, que carrega o ouvinte sem cerimônia para dentro do seu amplo universo sonoro. É rock, é pop, é soul, é funk - mas, acima de tudo, é muito bom!

Pela ótimo resultado alcançado, espero, sinceramente, que os caras não fiquem apenas em um disco e levem o projeto adiante. Enquanto isso, o negócio é ouvir e torcer para que aconteça!

Faixas:
Siberian Queen
California Morning
Glowing City Madness
West Ruth Ave
Transatlantic Blues
Miami 5:02
Internal Affairs
1998
Stella Ain't No Dove
Montreal Midnight Supply
Green Hills of Grumslöv

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Internal Affairs - Night Flight Orchestra

1136 acessosNight Flight Orchestra: por caminhos pouco convencionais992 acessosNight Flight Orchestra: Um dos melhores discos do ano

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Arch EnemyArch Enemy
Veja a capa do novo álbum da banda

874 acessosArch Enemy: ouça "The World Is Yours", faixa do novo álbum500 acessosArch Enemy: ouça a banda tocando cover de banda punk75 acessosEm 04/06/2014: Arch Enemy lança o álbum War Eternal591 acessosArch Enemy: As The Stages Burn! (Live at Wacken 2016)0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Arch Enemy"

Fotos de infânciaFotos de infância
Angela Gossow, do Arch Enemy, muito antes da fama

Angela GossowAngela Gossow
Adolescência conturbada, família, medos e planos

DoyleDoyle
"Alisse White-Gluz me faz chorar quando malhamos"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Night Flight Orchestra"0 acessosTodas as matérias sobre "Soilwork"0 acessosTodas as matérias sobre "Arch Enemy"

Courtney LoveCourtney Love
"Parei com drogas e fodi como um coelho"

RoadrunnerRoadrunner
Os melhores frontmen de todos os tempos

Iron MaidenIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

5000 acessosCristina Scabbia: cantora fala sobre seus seios e Playboy5000 acessosOzzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in Rio5000 acessosBlack Metal: o cotidiano fascinante dos fãs adolescentes5000 acessosU2: banda manda caixa de cerveja Guinness pro alcoólatra Slash5000 acessosGuns N' Roses: leia a carta em que Axl rejeita nomeação ao Rock Hall5000 acessosAlice In Chains: 10 coisas que você (com certeza) não sabia sobre Layne Staley

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online