Down: depois de 5 anos, finalmente um novo álbum na praça

Resenha - Down IV, Pt. I The Purple - Down

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carlo Lil
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Com lançamento previsto para o dia 18 de Setembro, o novo do Down já se encontra pela internet em boa qualidade. Ou seja, vazou!

Mônica Guedes: "seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando"Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

Depois de longos 5 anos, finalmente um novo álbum na praça.

O álbum abre com 'Levitation', cujo instrumental inicial lembra 'Bury Me In Smoke', se arrasta por alguns minutos, até que Phil surge, colocando ainda mais peso na faixa de abertura. É pra iniciar batendo cabeça.

Logo em seguida vem a já conhecida 'Witchtripper', uma pegada mais rápida, com refrão pegajoso, que tem tudo pra ser cantada com vontade pelos fãs nas próximas apresentações ao vivo.

'Open Coffins' é mais densa, com os vocais de Phil em constante interação, com uma bateria pesada, e solos mais melódicos ao fundo já na parte final. É uma boa faixa, mas não mantém o nível das duas primeiras.

'The Curse' se destaca por ser mais bem trabalhada, com riffs não tão pegajosos, mas com solos longos e mais complexos. Uma típica faixa do segundo álbum, 'A Bustle in Your Hedgerow' (que por sinal é excelente). O álbum se mantém numa crescente.

'This Work is Timeless' encaminha o álbum para seu final com uma pegada não tão diferente das demais, embora seu peso inicial mereça destaque. Mas não há nada de muito diferente aqui. Provavelmente a mais fraca do álbum.

Chegamos ao fim com a também já conhecida 'Misfortune Teller', que dura quase 10 minutos (tal qual Bury Me In Smoke no clássico NOLA). E aqui temos uma excelente faixa. O álbum finaliza em alto nível. Música de levada simples, contagiante, ao estilo 'Bury Me In Smoke', com um vocal de alto nível e solos de qualidade ao longo da música.
Nos segundos finais, uma surpresa: surge o trecho de uma música, de levada mais melódica, mas que nada tem a ver com qualquer outra faixa do álbum. Não tenho nenhuma informação a respeito, mas seria uma amostra de algo que está por vir nos próximos EP's, programados para os próximos anos?

Bem, o fato é que temos aqui um Down em alto nível.

Um álbum denso, mas, embora Phil tenha dito que tentaria fazer algo semelhante ao NOLA, não é bem isso que temos. O som cru e característico do primeiro álbum não se faz muito presente. Lembra mais o segundo álbum, com uma pegada mais bem trabalhada e não tão "espontânea" como no primeiro disco.

Mas, no fim, o que temos aqui é um álbum de excelente nível. Uma nota 7 ou até 8 cabe tranquilamente, mas ainda não é comparável ao clássico NOLA.

Entretanto, há mais boas do que más notícias. O álbum agrada, Phil está chegando com um álbum solo, há mais álbuns do Down para serem lançados nos próximos meses e até a autobiografia do vocalista já tem data de lançamento.

Depois de uma longa espera, Down está de volta. Phil está de volta. E os próximos anos prometem demais.

Track-list:

"Levitation"
"Witchtripper"
"Open Coffins"
"The Curse is a Lie"
"This Work is Timeless"
"The Misfortune Teller"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Down"


Zakk Wylde para Phil Anselmo: o que você está fazendo, cara?Zakk Wylde para Phil Anselmo
"o que você está fazendo, cara?"

Phil Anselmo: sempre toquei guitarra nas bandasPhil Anselmo
"sempre toquei guitarra nas bandas"

Ô glória: Jesus Cristo capturado em vídeo fazendo stage dive no show do DownÔ glória
Jesus Cristo capturado em vídeo fazendo stage dive no show do Down


Mônica Guedes: seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhandoMônica Guedes
"seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando"

Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoBlack Metal
Banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

Jim Morrison: ele está vivo e criando cavalos nos EUA?Jim Morrison
Ele está vivo e criando cavalos nos EUA?

Megadeth: "Magia negra arruinou minha vida", diz MustaineStairway to Heaven: o maior hit do Led ZeppelinKorn: Um cover de "Another Brick in The Wall" com densidade profunda e únicaGothic Metal: os dez trabalhos essenciais do estilo

Sobre Carlo Lil

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.