Lethal Storm: meio termo entre Death atual e "old school"

Resenha - We Are - Lethal Storm

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


Não posso deixar de mencionar que me surpreendi com essa banda por alguns motivos, digamos assim, de falta de organização. Primeiro porque recebi o material bem desordenado e segundo porque o release é mal escrito, porém de fácil entendimento. Depois desses pormenores fui conferir o que mais importava, ou seja, o som.

E que som meu amigo! Formado em Campinas/SP em 2007, o Lethal Storm se auto-rotula Thrash/Death Metal, mas o que podemos conferir neste trabalho, que foi gravado em 2011 no renomado Piccoli Studio, é uma tendência bem maior para os flancos do Metal da morte.

publicidade

Sim, há alguns riffs aqui e ali influenciados pelo Thrash europeu, mas se levarmos em conta todo restante como vocais, a cargo do , agora, também baixista Douglas Mota (que lembram um pouco Johan Hegg do Amon Amarth) e a bateria brutal de Isabela Moraes (hoje substituída pelo ex-guitarrista/baixista Fábio Luiz), constataremos o que escrevo.

Os riffs e solos de guitarras ficam entre o meio termo do Death Metal atual e o mais 'old school', sem esquecer as pitadas de Thrash. São cinco composições diretas, sendo duas bônus e gravadas depois, fica difícil destacar alguma. Mas, eu indicaria Blood Storm e Disorder como os cartões de visita da banda.

publicidade

Depois de surpreendente, ainda me lembrei que os caras tiveram diversos problemas de formação, com direito a guitarrista indo pra bateria e a entrada de Hudson e Luciano (guitarras) após as gravações. Isto é, além de talentosos os caras superaram seus problemas através do Metal extremo. Muito bom!

http://www.myspace.com/lethalstormdisoder
http://www.facebook.com/lethalstormbrasil
http://www.bandasdegaragem.uol.com.br/banda/lethalstorm
http://www.youtube.com/lethalstormbrasil

publicidade


Outras resenhas de We Are - Lethal Storm

Lethal Storm: mescla de Death e Thrash moderna e agressiva




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Top 5: Os roqueiros mais chatos da históriaTop 5
Os roqueiros mais chatos da história

Mayhem: banda levou restos humanos para o palco em 2011Mayhem
Banda levou restos humanos para o palco em 2011


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin