Scelerata: Um disco maduro, coeso e orgânico

Resenha - Sniper - Scelerata

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


"The Sniper", o terceiro disco dos gaúchos do SCELERATA, vem para consolidar de vez a banda como uma das melhores do Brasil na atualidade. Com um profissionalismo de tirar o chapéu, a banda conseguiu criar um disco maduro, coeso e orgânico, e sem dúvida o melhor de sua carreira até o momento.

E não se espante com a capa do disco, que é bem bizarra, pois o material apresentado é realmente de muita qualidade, e mostra a maturidade alcançada pelos caras com os anos de estrada. Tanto é verdade, que as participações especiais de Paul Di'Anno (nas excelentes "Rising Sun" e "In My Blood"), e de Andy Deris (em "Must be Dreaming", sendo que, inclusive, a música foi por ele composta) são meros detalhes no material, que apenas o abrilhanta ainda mais.

publicidade

A dupla de guitarristas Magnus e Renato esta muito entrosada, com belos riffs e solos, amparada pela excelente cozinha formada por Gustavo (baixo) e Francis (bateria), que se mostra muito técnica e precisa. Além disso, o novo vocalista Fábio mostra muita qualidade, sem exageros, e atuando dentro dos limites de sua voz, com interpretações marcantes e cativantes.

publicidade

Seguindo o power metal apresentado em seus dois antecessores, mas incluindo um pouco mais de peso e técnica, "The Sniper" traz 10 faixas muito legais, e com uma produção muito acima da média (graças ao trabalho do experiente Charlie Bauerfeind), tendo como destaques as rápidas "Rising Sun" e "In My Blood", além da cadenciada "Road to Death", da semi-balada "Must be Dreaming" (que, como dito, foi composta por Andy Deris, do HELLOWEEN), e da épica faixa título, que encerra o material.

publicidade

Portanto, "The Sniper" é um grande disco, e mostra o SCELERATA em sua melhor forma, pronto para conquistar seu devido espaço no meio metálico, no Brasil e no exterior. Imperdível.

The Sniper - Scelerata
(2012 – Nacional)

Formação:

Fabio Juan – Voz
Magnus Wichmann – Guitarra
Renato Osorio – Guitarra
Gustavo Strapazon – Baixo
Francis Cassol – Bateria

publicidade

Tracklist:

1. Rising Sun
2. In My Blood
3. Road to Death
4. Breaking the Chains
5. Unmasking Lies
6. Must Be Dreaming
7. Drowned in Madness
8. Welcome Home
9. Til the Day We Die
10. Money Painted




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Capas: confira 10 das mais belas do Rock/Metal NacionalCapas
Confira 10 das mais belas do Rock/Metal Nacional


Fotos de Infância: Ozzy OsbourneFotos de Infância
Ozzy Osbourne

Capas de disco: como seriam se fossem gifs animadosCapas de disco
Como seriam se fossem gifs animados


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin