Gov't Mule: Um álbum de rock sem frescuras!

Resenha - Gov't Mule - Gov't Mule

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti
Enviar Correções  

9


A primeira metade dos anos 90 se mostrou promissora para os apreciadores de southern rock e hard rock setentista. Em paralelo ao emergente grunge, bandas como The Black Crowes e The Quireboys seguiram um caminho mais "vintage", com uma sonoridade que sugava o que havia de melhor no setor mais "blueseiro" do rock. Uma das bandas mais bacanas desse período foi o Gov't Mule.

Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

Formado pela dupla Warren Haynes (guitarra/vocal) e Allen Woody (baixo) - como um projeto paralelo à sua banda principal, o The Allman Brothers Band -, juntamente com Matt Abts (bateria), o 'power trio' Gov't Mule despertou o interesse dos apreciadores do "rock das antigas" com o seu auto-intitulado álbum de estréia, lançado em 1995.

Para quem não sabe, o disco em questão foi gravado "ao vivo no estúdio", com direito a poucos retoques de pós-produção. Resumindo: um álbum de rock sem frescuras! A vinheta de abertura, "Grinnin' in Your Face" (cover de Son House), cantada "à cappella", evidencia bem a crueza do trabalho da banda, o que leva o ouvinte a um arrepio inevitável em "Mother Earth", um blues rock "viajante" e poderoso.

Com seus 'grooves' suaves - mas não menos energéticos -, o grupo também mostra uma excelente química para 'jams', não apenas na ótima faixa instrumental "Trane", mas também nos pequenos detalhes de faixas como "Rocking Horse", "Monkey Hill", e na arrepiante "Mule". Se as letras não são o forte do trio, o instrumental compensa a falha em grande estilo!

A homogeneidade do álbum chega a desnortear até um ouvinte mais experiente, que pode acabar apreciando o cover de "Mr. Big" (do Free) como se fosse mais uma das faixas do grupo. E após o "balanço" de "Left Coast Groovies", o trio encerra sua viagem musical com a extensa "World of Difference", que parece ter sido feita sob medida para não cansar o ouvinte.

Dos abundantes solos de guitarra e vocais "bluesy" de Warren Haynes, passando pela cozinha já madura de Allen Woody e Matt Abts, o Gov't Mule mostrou em sua estréia uma identidade que soube captar o melhor da alma musical dos grandes 'power trios', em uma época que desprezava o "bom e velho rock 'n' roll". Escute sem medo!

Dica do autor: o álbum em questão foi lançado no Brasil pela Die Hard Records. Se você é um apreciador de cds, dê uma conferida!

Músicas:
1. Grinnin' in Your Face
2. Mother Earth
3. Rocking Horse
4. Monkey Hill
6. Temporary Saint
6. Trane
7. Mule
8. Dolphineus
9. Painted Silver Light
10. Mr. Big
11. Left Coast Groovies
12. World of Difference




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1995Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 1995

Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2001Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2001


Cinema: As 10 melhores aparições de bandas em filmesCinema
As 10 melhores aparições de bandas em filmes

Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outrosMax Cavalera
A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin