Nile: Entre os maiores nomes do Death de todos os tempos

Resenha - At The Gates of Sethu - Nile

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Diante da grande quantidade de bandas existentes em todas as vertentes do metal, é difícil encontrarmos alguma que consiga diferenciar tanto seu som, mas mantendo intacta todas as “raízes” metálicas. E poucas conseguiram essa diferenciação com tamanho sucesso como o NILE, que alia elementos egípcios a seu death metal extremamente técnico e brutal com uma homogeneidade de fazer cair o queixo.
234 acessosNile: ingressos para única apresentação no Brasil já à venda5000 acessosAxl Rose: Um dos vocalistas com maior alcance

E se em seu disco anterior a banda lançou um de seus melhores trabalhos até então, em “At the Gates of Sethu” o trio conseguiu manter o nível, tornando sua sonoridade ainda mais extrema e diversificada, criando climas obscuros e variações rítmicas complexas e cheia de elementos intrigantes. E tudo isso de uma forma muito cativante, embora se trate de um dos estilos mais inacessíveis da música em geral.

O trabalho do líder Karl Sanders e de Dallas Toler é fantástico, seja nos riffs complexos e brutais, seja no impressionante trabalho de vozes, que remete o ouvinte direto à terra das pirâmides, nos tempos gloriosos de seus faraós. Além disso, George Kollias novamente mostra o porque de ser considerado o melhor baterista de metal extremo da atualidade. Um verdadeiro mostro de técnica, velocidade e brutalidade!

Trazendo 11 faixas (13 na versão digibook limitada) altamente complexas e pesadíssimas, “At the Gates of Sethu” mostra o trio no auge de sua maturidade e criatividade, como se percebe facilmente em faixas como “Enduring the Eternal Molestation of Flame” (com um andamento quebrado, blast beats arrebatadores e riffs sensacionais), “The Fiends Who Come to Steal the Magick of the Deceased” (e seu excelente refrão) e “The Gods Who Light Up the Sky at the Gate of Sethu” (com vocais irrepreensíveis, e uma técnica instrumental absurda).

E mais uma vez a banda apresenta uma sonoridade incrivelmente precisa e brutal, além de trazer com o material uma arte gráfica belíssima, que chama a atenção logo de cara.

Assim, mais uma vez somos brindados com um excelente trabalho do NILE, colocando a banda de vez entre os maiores nomes do death metal de todos os tempos, e uma das melhores (senão melhor) bandas de metal extremo da atualidade. Essencial!

At The Gates of Sethu - Nile
(2012 – Nuclear Blast - Importado)

Formação:

Karl Sanders
(Guitars, Vocals)
Dallas Toler-Wade
(Guitars, Vocals)
George Kollias
(Drums)

Track List:

1 - Enduring the Eternal Molestation of Flame
2 - The Fiends Who Come to Steal the Magick of the Deceased
3 - The Inevitable Degradation of Flesh
4 - When My Wrath is Done
5 - Slaves of Xul
6 - The Gods Who Light Up the Sky at the Gate of Sethu
7 - Natural Liberation of Fear Through the Ritual Deception of Death
8 - Ethno-Musicological Cannibalisms
9 - Tribunal of the Dead
10 - Supreme Humanism of Megalomania
11 - The Chaining of the Iniquitous
12 - Enduring the Eternal Molestation of Flame (Instrumental) (DIGI bonustrack)
13 - The Inevitable Degradation of Flesh (Instrumental) (DIGI bonustrack)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 05 de julho de 2012

234 acessosNile: ingressos para única apresentação no Brasil já à venda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nile"

Heavy MetalHeavy Metal
Os melhores álbuns de 2009 segundo o About.com

NileNile
"Eles diziam que eu não podia tocar sobre o Egito"

Death MetalDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Nile"

Axl RoseAxl Rose
Um dos vocalistas com maior alcance

Rock in RioRock in Rio
Os cachês e exigências dos artistas na edição de 1991

SepulturaSepultura
Saiba mais sobre as visões religiosas de Derrick

5000 acessosRobert Plant: "quase saí do Led quando meu filho morreu"5000 acessosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock5000 acessosGuitar World: revista elege os 50 guitarristas mais rápidos5000 acessosLegião Urbana: Marcelo Bonfá explica performance ruim no celular5000 acessosGuns N' Roses: Izzy tentou reunir banda original com Axl em 20125000 acessosMegadeth: temas de filmes e desenhos que talvez você não conheça

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online