Asphyx: Ainda Fiéis à sonoridade original do Death Metal

Resenha - Deathhammer - Asphyx

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Dentre os estilos do metal, o Death Metal sem dúvida foi uma das vertentes que mais evoluiu ao longo do tempo, tornando-se cada vez mais rápido, técnico e agressivo. Mas mesmo assim, algumas bandas ainda se mantém fiéis à sonoridade original do estilo, calcada no final dos anos 80, início dos anos 90, como é o caso do ASPHYX, que chega a seu oitavo lançamento, que acaba de sair no mercado brasileiro pela Dying Music.

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Variando entre momentos mais rápidos e outros mais arrastados e brutais (na maioria dos casos), os holandeses seguem firmes e fortes levantando a bandeira do death/doom metal "old school", demonstrando que, mesmo deixando de lado as evoluções do estilo, conseguem se manter relevantes e lançando material de grande qualidade.

Com riffs classudos e hipnóticos, uma cozinha simples, mas eficiente, e os vocais marcantes e urrados de Martin van Drunen, "Deathhammer" se coloca entre os principais lançamentos da carreira da banda, e mostram toda a paixão e devoção dos músicos pelo estilo, conforme se percebe em faixas com "Minefield", Der Landser", "The Flood" e "As the Magna Mammoth Rises", que farão a alegria dos fãs mais tradicionalistas.

A qualidade de gravação também remete aos primórdios do estilo, sendo crua, porém clara e audível, deixando o som da banda bem orgânico e agressivo. Além disso, a versão nacional ainda acompanha um belo pôster da banda.

Trata-se, pois, de mais uma grande lançamento destes holandeses, mostrando que as raízes da música extrema ainda se encontram fortes, e possuem muita qualidade a oferecer aos headbangers. Embora a evolução do estilo seja necessária, é sempre bom ouvir algo simples e que nos remeta ao passado, ainda mais quando feito com tanta paixão e qualidade. Confira!

Deathhammer - Asphyx
(2012 - Dying Music - Nacional)

Tracklist:

1. Into the Timewastes
2. Deathhammer
3. Minefield
4. Of Days When Blades Turned Blunt
5. Der Landser
6. Reign of the Brute
7. The Flood
8. We Doom You to Death
9. Vespa Crabro
10. As the Magma Mammoth Rises


Outras resenhas de Deathhammer - Asphyx

Asphyx: Carismático Death Doom Metal holandês



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Asphyx"


HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Bandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Raul Seixas - Perguntas e RespostasRaul Seixas - Perguntas e Respostas
Raul Seixas - Perguntas e Respostas

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioMegadeth: "Magia negra arruinou minha vida", diz MustaineGuns N' Roses: qual a música que Axl Rose mais gosta de cantar ao vivoOrtografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.