RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemOzzy Osbourne revela qual foi o melhor guitarrista de sua carreira solo

imagemO ponto fraco de Yngwie Malmsteen segundo Ronnie James Dio, em 1985

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemRoger Waters atende a Rússia e faz discurso para o Conselho de Segurança da ONU

imagemA reação de King Diamond ao ouvir Metallica tocando músicas do Mercyful Fate

imagemPor que Herbert Vianna gosta muito do riff de "Eu Quero Ver o Oco" do Raimundos?

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemO triste motivo pelo qual o Pink Floyd não podia fazer contato com Syd Barrett

imagemVeja Dave Grohl cantando e agitando em show do Mercyful Fate

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemO show do Engenheiros do Hawaii sem Humberto, que eles achavam que havia sido sequestrado

imagemRitchie Blackmore avalia os guitarristas que o substituíram no Deep Purple


Stamp

Black Country: A força incendiária dos anos 2010

Resenha - Black Country - Black Country Communion

Por Paulo Severo da Costa
Postado em 13 de junho de 2012

Nota: 8

O que acontece quando se junta, em uma mesma banda, gente do calibre de GLENN HUGHES, JASON BONHAM, DEREK SHERINIAN e JOE BONAMASSA?. Mais fácil é dizer o que não aconteceria: um tremendo grupo chamada BLACK COUNTRY COMMUNION.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O embrião do grupo surge com o trabalho em parceira em 2009 de HUGHES E BONAMASSA que trataram longo de encampar BONHAM e o ex-tecladista do DREAM THEATER na empreita. Com essa formação a banda lançou "Black Country" no ano seguinte. A raiz musical dos componentes reflete bem o som que se extrai desse álbum.

A voz swingada e característica de GLEN está lá. Em "Black Country" faixa que abre o disco, ele solta logo os cachorros, fazendo um hard rápido e certeiro. Na regravação de "Medusa", canta como nos tempos de TRAPEZE, cheio de feeling, alternando entre o suave e a cacetada necessária.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O blues turbinado de BONAMASSA faz a guitarra soar no melhor estilo "tijolo na vidraça" em praticamente todas as faixas. Solos bem construídos, alternando entre velocidade e calmaria, aparecem sempre com muito bom gosto. Destaque especial para "No time", "Beggarman" e a já citada "Black Country".

A cozinha do BLACK também está muito bem servida, obrigado. Grandes viradas de bateria e o toque especial, quase etéreo de SHERINIAN estão presentes em todo o álbum. O único "senão" do disco parece ser a tamanho de algumas faixas (como "Too Late For the Sun" e "Song of Yesterday"), excessivamente longas e que acabam tirando um pouco do peso final das canções. A vocação do BLACK parece mesmo ser um rock n´roll mais direto que não comprometa a pungência de suas composições.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Track List:

1. "Black Country"
2. "One Last Soul"
3. "The Great Divide"
4. "Down Again"
5. "Beggarman"
6. "Song of Yesterday"
7. "No Time"
8. "Medusa"
9. "The Revolution in Me"
10. "Stand (At the Burning Tree)"
11. "Sista Jane"
12. "Too Late for the Sun"


Outras resenhas de Black Country - Black Country Communion

Resenha - Black Country - Black Country Communion

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Def Leppard Motley Crue 2

Glenn Hughes: ele ama o Brasil pelas pessoas, comida e futebol

Glenn Hughes: A voz do rock diz como ainda consegue cantar em alto nível

Black Country Communion: para Glenn Hughes, apenas um projeto paralelo

Joe Bonamassa: as mil faces do guitarrista

Joe Bonamassa: "Dizem que sou jovem pro blues, mas já tenho 40 anos"


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n'roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: [email protected]
Mais matérias de Paulo Severo da Costa.