Motorhead: É hino atrás de hino, destacá-los é covardia

Resenha - Ace Of Spades - Motorhead

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


1980. Este foi o começo de uma era que tornou-se histórica para a música pesada. Lançamentos não faltavam: Blizzard Of Ozz, British Steel, Heaven & Hell, Back In Black, além dos trabalhos iniciais da New Wave Of British Heavy Metal.
1804 acessosLemmy: no bar bebendo e atacando mulher indefesa em cena de filme5000 acessosFotos de Infância: Janis Joplin

Mas o destaque mesmo vai para o Motörhead e seu Ace Of Spades. Comentar sobre a banda do Lemmy Kilmister (bx/v) é chover no molhado. Apesar de assumir que toca só Rock, ele sempre leva sua vida Heavy Metal a sério.

Depois dos sucessos dos álbuns Overkill e Bomber), ambos de 1979, Lemmy, "Fast" Eddie Clack (g) e "Philty Animal" Taylor (bt) juntaram-se com Vic Maile para gravarem o álbum que, mais tarde, mudaria a cena musical. Um álbum transgressor que virou mais um episódio da série Classic Albuns.

A faixa-título dispensa maiores comentários. Já ouvi ela umas trocentas vezes sem cansar. Até o refrão dela é legal: "You know I'm born to lose, and gambling's for fools, but that's the way I like it baby, I don't wanna live forever". Soa igualzinha a versão de My Generation, do Who (Hope I Die before I get old). Mas se acham que o disco só vale pela música estão enganados.

É hino atrás de hino. Destacá-los é covardia. Mas, vejamos... The Chase Is Better Than The Catch marca história com direito a solo nos minutos finais. (We Are) the Road Crew homenageia os roadies que sempre acompanham a banda, seja nos palcos, nos bares, nas estradas. Lemmy lembra bem disso, já que foi roadie do Jimi Hendrix.

Quanto ao resto é só violencia sonora, como a faixa The Hammer, hino do Crossover. outro destaque é a faixa bonus Dirty Love (lado B do single Ace Of Spades) e as faixas do famosíssimo EP ST. Valentine's Day Massacre, Please Don't Touch (com as "gatas" do Girlschool) e Emergency (cover do Girlschool, na voz do Eddie).

Ace Of Spades atingiu a 4ª posição da parada inglesa, iniciando a era de ouro do Motörhead, com direito a turnes concorridissimas, shows com direito a efeitos pirotécnicos e cenário lembrando a 2ª Guerra mundial. Sem falar do poder de deixar todo mundo surdo com os ampificadores no volume máximo.

Nas pakavras do Animal Taylor: "Estou muito feliz com o direcionamento da banda. Queremos ser como o Status Quo e seguir pela eternidade, fazendo sempre o nosso som. Chuck Berry e Little Richard nunca mudaram e é exatamente isso que queremos para o nosso futuro". Quer mais? Garry Bushell, da Sounds, deu nota máxima e escreveu: "Motörhead é Heavy Metal no único sentido significativo do termo. Todo o resto é apenas faz-de-conta".

Line-up:

Lemmy Kilmister - vocal/baixo
"Fast" Eddie Clack - guitarra
"Philty Animal" Taylor - bateria

Tracklist:

1-Ace Of Spades
2-Love Me Like A Reptile
3-Shoot You In The Back
4-Live To win
5-Fast And Loose
6-(We Are) The Road Crew
7-Fie, Fire
8-Jailbait
9-Dance
10-Bite The Bullet
11-The Chase Is Better Than The Catch
12-The Hammer
13-Dirty Love
14-Please Don't Touch
15-Emergency

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Ace Of Spades - Motorhead

4493 acessosMotorhead: sujo, muito sujo, pesado, muito pesado

LemmyLemmy
No bar bebendo e atacando mulher indefesa em cena de filme

669 acessosMotörhead: nova cerveja IPA da banda se chama Born To Loose673 acessosSaxon: novo álbum pode trazer música com Lemmy0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

MotorheadMotorhead
Cover de "Stand By Me" com Lemmy e Lombardo

Andreas KisserAndreas Kisser
Vídeo ensinando a tocar "Orgasmatron"

RushRush
Geddy Lee comenta a morte de Lemmy

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Janis Joplin muito antes da fama

Ratos de PorãoRatos de Porão
João Gordo crente? Vai tomar no cu quem tá acreditando!

Iron MaidenIron Maiden
Os fãs mais insuportáveis em lista da MTV Brasil

5000 acessosGóticas: 10 grandes bandas do gênero na Inglaterra dos anos 805000 acessosFree: a paixão de Dave Murray por Paul Kossoff5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos5000 acessosHeavy Metal: Qual a música mais influente para o gênero?4486 acessosAlice in Chains: Top 05 letras de Layne Staley5000 acessosSteven Tyler: Há algo mais estranho no pé dele do que as unhas pintadas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de junho de 2012

Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don´t Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online