Matérias Mais Lidas

Slayer: Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperavaSlayer
Faca feita com cordas de guitarra gera imagens que ninguém esperava

Iced Earth: Jon Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiançaIced Earth
Jon Schaffer será extraditado para Washington; não há decisão sobre fiança

Robert Fripp: veja cover de Welcome to the Jungle com esposa segurando halteresRobert Fripp
Veja cover de "Welcome to the Jungle" com esposa segurando halteres

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas

Enjaulados: Os crimes mais chocantes da história do rockEnjaulados
Os crimes mais chocantes da história do rock

Rob Halford: entediado mas fashion e zueiro, encarnando um cowboy de saltoRob Halford
Entediado mas fashion e zueiro, encarnando um cowboy de salto

Alexi Laiho: A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo, afirma MustaineAlexi Laiho
"A banda de metal do céu agora tem um guitarrista solo", afirma Mustaine

Chester Bennington: viúva anuncia separação de bombeiro após um anoChester Bennington
Viúva anuncia separação de bombeiro após um ano

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Shaman: quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018Shaman
Quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018

The Dead Daisies: Deen Castronovo anuncia que não faz mais parte da bandaThe Dead Daisies
Deen Castronovo anuncia que não faz mais parte da banda

Rock in Rio: Produção afirma que datas estão mantidasRock in Rio
Produção afirma que datas estão mantidas

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoSlipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Linkin Park: Mike Shinoda maltratava Chester, diz irmã do cantorLinkin Park
Mike Shinoda maltratava Chester, diz irmã do cantor


Matérias Recomendadas

Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalBlender
As letras mais repulsivas do Heavy Metal

Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioCensura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Mustaine: Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!Mustaine
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

Rush: Um Adeus Aos ReisRush
Um Adeus Aos Reis

MTV Unplugged: As 25 melhores apresentações da históriaMTV Unplugged
As 25 melhores apresentações da história

Stamp
Tunecore

Norba Zamboni: Blues Rock com emoção garantida

Resenha - Walking and Sliding - Norba Zamboni

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luiz Carlos Barata Cichetto
Enviar Correções  

9


Slide Guitar: A técnica do "Slide Guitar" é uma forma de tocar guitarra em que se utiliza de um pequeno tubo de metal, para alterar o tom em que se toca, deslizando esse tubo pelas cordas da guitarra. Originalmente era utilizado o gargalo de uma garrafa e em função disso a técnica era chamada de "Bottleneck". Criado e utilizado com frequencia por músicos de Blues e Rock, Slide Guitar é uma técnica que se não for utilizada com critério torna insuportável a audição.

Norba Zamboni: Desde o final da década de 70, Norba Zamboni participou de inúmeras bandas de baile, onde tocava covers de artistas como Cream, Led Zeppelin, Jimi Hendrix, entre outros. Nos anos 1980, passou a acompanhar Vanusa e Eduardo e Sylvinha Araújo. Em 1985, mudou-se para a França e de volta ao Brasil em 1987, seguiu trabalhando com cantores e duplas de grande sucesso. No final da década de 1990, estreou seu show "Sujo, Sujo, Sujo!", dedicado ao Blues Rock instrumental. Paralelamente gravou o CD de estréia da banda Blues on the Rocks.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Antes de falar propriamente do CD "Walking and Sliding", quero deixar claro que não sendo músico tenho por critério ao falar sobre os CDs que analiso utilizar unicamente da emoção que a música me traz. Parece óbvio isso, mas não é. Além disso, escrever sobre discos de guitarristas é sempre complicado, porque normalmente guitarristas são pretensiosos e estrelinhas demais, o que torna a tarefa mais dificil. O que encontraria? Um arrastado e melancólico disco de Blues? Um disco de guitarrista "fritador" de Rock? Então, fiquei dias sem coragem de escutar, medo mesmo da decepção... Mas uma quinta-feira de um calor insuportável, apanho o CD na mão e decido escutar... E ai...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E ai que não conseguia sair das duas primeiras faixas, as maravilhosas "Walking and Sliding" e "The Number One", puro Rock instrumental com a Slide Guitar de Norba brincando de passear pelas cordas da guitarra. Um passeio musical delicioso, que dá vontade da gente sair dançando... Vivendo... Agora, dá licença, irmão, que eu preciso começar outro parágrafo:

"Blues for Denise" é uma ode, algo que pega a emoção da gente e vira dos avessos. Poesia musical, Norba! Esta para mim é a maior definição dessa maravilhosa música

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mas, como não são apenas de emoções reviradas que se vive, há também "Mary Wicked Blues", esta com letra e cantada com aquela entonação "Mississipi" por Manny Monteiro. "Lonely and Drunk Wolf" é outra instrumental naquele estilo Country/Blues. Em "Party Tonight", Norba e sua maravilhosa trupe retoma com músicas cantadas, numa pegada bem Rock'n'Roll, naquele estilão característico de Johnny Winter, onde até o vocal o lembra. Deliciosa faixa, com a Slide de Norba "conversando" com a voz rouca. Realmente uma festa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Pignose Set", sétima faixa de "Walking and Sliding" é outra que pega a gente pela mais pura emoção. Um lamento, como todo bom Blues deve ser. Se alguém dissesse que é Ry Cooder ou que é esta a trilha sonora verdadeira de "Paris, Texas", eu acreditaria. Agora, opa!!!! "Highway Six Strings", de Bob Dylan com participação de Andria Busic do Dr Sin no baixo, é outra música deliciosa e dançante.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Parece que o tubinho de metal já faz parte dos dedos de Norba, tal é a facilidade que ele parece ter no uso e a qualidade do som que sai pelos alto-falantes. Então chegamos ao final e Norba ainda nos reserva uma surpresinha deveras agradável: "The Old Mean Town Blues" de Johnny Winter. Tributo puro, apaixonado. E quem sou eu para falar? Apenas uma coisa: perfeito!

Ah, quer um conselho, irmão? Chega no My Space do Norba e escuta essas músicas maravilhosas. Emoção garantida, do começo ao fim. Eu garanto!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Norba Zamboni
Walking and Sliding
Ano: 2009
Gravadora: ZZboni Records
Músicos: Norba Zamboni - Guitarra Eléctrica, Lap Steel e Slide Guitar
Manny Monteiro - Bateria e Vocal
Bira Rosa - Baixo e Backing Vocals
Participação: Andria Busic (Dr. Sin) Baixo em Highway Six Strings
André Youssef (Orgão Hammond).
Faixas:
1 - Walking and Sliding
2 - The Number One
3 - Blues for Denise
4 - Mary Wicked Blues
5 - Lonely and Drunk Wolf
6 - Party Tonight
7 - Pignose Set
8 - Highway Six Strings
9 - The Old Mean Town Blues

Site:
http://www.myspace.com/norbazamboni
Contato: [email protected]


Malvada
Dead Daisies
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Avril Lavigne: Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greetAvril Lavigne
Aprenda com Rihanna como fazer um meet & greet


Sobre Luiz Carlos Barata Cichetto

Sou Barata, nascido Luiz Carlos, no dia do Anti-Natal, do ano da Graça do nascimento de Madonna, Michael Jackson, Bruce Dickinson, Cazuza e Tim Burton. Sou poeta, escritor, produtor e apresentador de Webradio, produtor de eventos e procuro pagar as contas trabalhando com criação de sites. Crescí escutando Beatles, Black Sabbath, Pink Floyd e Led Zeppelin. Participei da geração mimeógrafo nos anos 1970, mas quando chegaram os filhos, deixei de ser poeta e fui tentar ser homem, o que no entender de Bukowiski é bem mais difícil. Escrevo poemas desde que comecei a criar pêlos.... nas mãos. Trabalhei como office-boy, bancário, projetista de brinquedos e analista de qualidade. No final do século XX, acordei certo dia de sonhos intranquilos e, transformado em um ser kafkiano, criei um projeto cultural na Internet nos moldes dos antigos panfletos mimeográficos. Mesmo antes de meu processo de metamorfose, nunca deixei de cometer poemas, contos e crônicas. E embora tenha passado dos três dígitos o numero de textos escritos, nunca ganhei um prêmio literário. Fui apaixonado por Varda de Perdidos no Espaço, Janis Joplin, Grace Slick e Sonja Kristina; casei quatro vezes e tenho dois filhos, Raul e Ian. Atualmente sou também editor, costureiro e colador de livros, num projeto de editora artesanal.

Mais matérias de Luiz Carlos Barata Cichetto no Whiplash.Net.