Alkymenia: Alguns dos problemas de uma banda independente

Resenha - Dark And Nebulous - Alkymenia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Beirando a primeira década de atividades, o nome Alkymenia passou a ser mais conhecido para além das fronteiras de Pernambuco após se tornar o vencedor na seletiva do ‘Wacken Metal Battle Brasil 2009’. Tendo em sua discreta discografia o EP “They Don’t Deserve Respect” (09), a banda batalhou muito para conseguir estrear em disco, que agora está sendo liberado de forma independente sob o título “Dark And Nebulous”.
5000 acessosAxl Rose: quatro páginas de pedidos para camarim no RIR5000 acessosRegis Tadeu: explicando por que o Slipknot é tão odiado

“Dark And Nebulous” mostra como o Nordeste consegue compor música extrema de forma eficiente, mesmo sem oferecer nada de substancialmente novo. Como não poderia deixar de ser, o resultado final é repleto de referências da velha escola, oferecendo arranjos bem estruturados e com considerável diversidade de ritmos ao se explorar as vertentes Death e Thrash Metal.

Com um trabalho vocal consistente e arranjos que geram um clima meio atormentador, o repertório segue devidamente coeso e homogêneo, mas dá para destacar a abertura “Gates Of Hell” (ótimos riffs!) e “Educated To Kill”, além da espetacular “Nebulous Flash”, que, como já foi observado por aí, pode ser considerado como um belo resumo da proposta do Alkymenia.

Gravado, mixado e masterizado no Datribo Studio (SP), o resultado é dos mais crus, mas tendo como ponto negativo o som do contrabaixo, por vezes tão deficitário que se torna praticamente inaudível – o que é um problema ainda maior quando a banda possui apenas um guitarrista. A imagem que ilustra a capa do disco é maravilhosa, mas também passou por alguns problemas durante o processo gráfico que resultou em uma impressão tão escura que seus detalhes simplesmente desapareceram, honrando ainda mais o título “Dark And Nebulous”.

Essas são, infelizmente, mazelas freqüentes que castigam as bandas independentes em seu primeiro disco. A obra pode ter potencial, mas acaba sendo comprometida por ajustes técnicos que deverão receber maiores atenções no futuro. De qualquer forma, o Alkymenia continua bastante focado em seu trabalho, com excursões programadas para a América do Sul e Europa, que deverão acontecer ainda neste ano. Boa sorte aos caras!

Contato: www.myspace.com/alkymenia

Formação:
Lalo - voz e baixo
Sandro Silva - guitarra
Dennis Kreimer - bateria

Alkymenia – Dark And Nebulous
(2012 / independente – nacional)

01. Gates Of Hell
02. Nebulous Flash
03. Negative Sense
04. Living Choked
05. Carnal Desire
06. Thirst For Revenge
07. Sacrifice In Vain
08. Chaotic Religion
09. Educated To Kill
10. Asking For Silence

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 03 de junho de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Alkymenia"

Axl RoseAxl Rose
Quatro páginas de pedidos de ítens para camarim no RIR

Regis TadeuRegis Tadeu
Explicando por que o Slipknot é tão odiado

Guns N RosesGuns N' Roses
Quanto foi oferecido para Izzy Stradlin? MSL revela

5000 acessosAerosmith: Tyler tem o maior "instrumento" do Rock?5000 acessosLed Zeppelin: Jason Bonham quase "afinou"5000 acessosFree: a paixão de Dave Murray por Paul Kossoff5000 acessosGuns N' Roses: Duff McKagan diz que é melhor tocar sóbrio5000 acessosSlipknot: "Não nos repetiremos como artistas!"5000 acessosBandas de Velhos Gordos: elas acabarão com o metal, teme produtor

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online