Resenha - Juggernaut of Justice - Anvil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maicon Leite
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Sempre fiel à sonoridade clássica que o elevou a grande nome do Metal canadense, o Anvil volta a toda velocidade com mais este grande petardo, e aproveitando cada minuto da excelente fase pela qual estão passando, graças ao documentário "Anvil - The Story of Anvil", criaram um de seus melhores discos, sem sombra de dúvidas.

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzNirvana: Dave Grohl explica porque não toca clássicos ao vivo

A arte da capa, muito bem bolada, mostra uma multidão carregando uma bigorna através do mar, numa clara alusão a passagem bíblica onde teoricamente Moisés repartiu o Mar Vermelho... Gravado no estúdio de Dave Grohl (ex-Nirvana, Foo Fighters) e produzido por Bob Marlette (Black Sabbath, Quiet Riot, Alice Cooper), "Juggernaut of Justice" esbanja vigor metálico, dividido em doze faixas de pura adrenalina, num misto de Metal e Rock and Roll com algumas influências Punk (o lado mais simples e direto), fazendo a festa dos fãs die hard. A própria faixa-título começa neste clima, pra cima e perfeita pra cantar junto nos shows, destacando os riffs e as melodias de guitarra do também vocalista Lips, que é sinônimo de vigor e garra. Com peso arrebatador e ritmo de "trator", "When the Hell Breaks Loose" entra em cena para acabar com os tímpanos, fazendo-os sangrar abaixo de muita velocidade, um dos destaques do álbum! "New Orleans Voodoo" segue uma linha mais lenta, característica marcante da carreira do Anvil, para logo em seguida "On Fire" colocar tudo abaixo, soando absolutamente oitentista, mas, nada datada! Dentre as demais, "Fuken Eh!", "Turn It Up" (esta é perfeita!), "Running" e "Not Afraid" se sobressaem, apesar do material ser totalmente homogêneo. Nem preciso dizer mais nada, apenas ouça e dê uma chance ao Anvil, que está fazendo justiça com as próprias mãos.

Juggernaut of Justice - Anvil
(2011 - The End Records - Nacional)

Track List:

1. Juggernaut of Justice
2. When All Hell Breaks Loose
3. New Orleans Voo Doo
4. On Fire
5. Fukeneh!
6. Turn It Up
7. The Ride
8. Not Afraid
9. Conspiracy
10. Running
11. Paranormal
12. Swing Thing


Outras resenhas de Juggernaut of Justice - Anvil

Anvil: A nova chance concedida a Lips & CiaAnvil: Décimo-quarto álbum da banda não decepciona




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Anvil"


Versões originais: 10 músicas que foram tomadas emprestadasVersões originais
10 músicas que foram "tomadas" emprestadas

Anvil: Lips quase desmaiou quando McCartney reconheceu a bandaAnvil
Lips quase desmaiou quando McCartney reconheceu a banda

Lemmy: como era passar o dia bebendo com ele?Lemmy
Como era passar o dia bebendo com ele?


Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

Nirvana: Dave Grohl explica porque não toca clássicos ao vivoNirvana
Dave Grohl explica porque não toca clássicos ao vivo

Slipknot: pastor detecta mensagens subliminares nas capasSlipknot
"pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioMegadeth: "Magia negra arruinou minha vida", diz MustaineNightwish: Floor Jansen dá a sua receita para uma voz afinadaThe Voice: participante canta "Born To Be Wild" na pegada death metal

Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite no Whiplash.Net.