Overkill: Som que lhes agrada e agrada seus fãs fiéis

Resenha - Electric Age - Overkill

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

10


Em primeiro lugar, uma constatação deve ser feita: que fase vive o OVERKILL! Em 2010 a banda lançou o excelente "Ironbound", que foi considerado pelo público e pela crítica com um dos melhores trabalhos de sua discografia (o que não é uma tarefa fácil, diga-se), e agora no início de 2012 nos traz outro registro fantástico, que se não é melhor que seu antecessor, chega bem perto de superá-lo.

E é gratificante ver uma banda veterana como o OVERKILL, e que dispensa maiores comentários, mantendo-se fiel a suas raízes, e fazendo o som que lhes agrada e agrada seus fãs fiéis há tanto tempo, mesmo diante de todos os problemas enfrentados pelo mercado musical nos últimos anos, inclusive com o surgimento de diversos modismos passageiros que tiraram muitas bandas dos caminhos que seguiam. Isso só mostra o quanto os músicos aqui em questão são apaixonados pela música pesada, e como respeitam seus fãs.

publicidade

Falando da música propriamente dita, "The Electric Age" é um verdadeiro petardo do thrash metal, com todos os elementos característicos do som do OVERKILL, como vocais estralados, riffs soberbos e uma cozinha muito marcante, principalmente graças ao baixo infernal de D.D. Verni, que foram o grande destaque de "Ironbound", e se destacam ainda mais no novo material. Há ainda aqueles elementos de hardcore, crossover e punk que fizeram a fama da banda, tudo bem dosado e estruturado, aliados à criatividade dos músicos em nos trazerem "mais do mesmo", mas de forma muito competente e cativante.

publicidade

Com uma qualidade de gravação excelente, e mantendo o mesmo peso encontrado em "Ironbound", os americanos nos brindam com 10 faixas fantásticas e viciantes, sendo daqueles discos para deixar no "repeat" do aparelho de som por um longo tempo, como já prova a faixa de abertura, "Come And Get It", digna dos discos clássicos da banda, numa verdadeira aula de thrash metal.

publicidade

"Electric Rattlesnake", que vem na sequência, apresenta mais variações e, apesar de rápida, possui um groove excelente, e riffs que impressionam, assim como "Wish You Dead", com alguns momentos que remetem ao metal tradicional. "Black Daze" já é mais cadenciada, e com algumas incursões pelo Stoner metal, sendo uma das mais interessantes do disco, que segue até o final com muita qualidade, e que deverá agradar os fãs de todas as fases dessa lenda do thrash metal americano.

publicidade

Não é o disco que irá mudar seus conceitos sobre a banda, mas se você já é fã (e fã de thrash metal em geral), certamente irá curtir muito este "The Electric Age", que fatalmente irá constar de diversas listas de melhores de 2012. É o OVERKILL fazendo o que sempre fez, mas sem dúvida em uma de suas melhores fases da carreira. Altamente recomendado.

publicidade

The Electric Age - Overkill
(2012 – Nuclear Blast - Importado)

Track List:
01. Come And Get It (6:18)
02. Electric Rattlesnake (6:20)
03. Wish You Were Dead (4:19)
04. Black Daze (3:55)
05. Save Yourself (3:44)
06. Drop The Hammer Down (6:25)
07. 21ST Century Man (4:13)
08. Old Wounds, New Scars (4:12)
09. All Over But The Shouting (5:30)
10. Good Night (5:37)

publicidade


Outras resenhas de Electric Age - Overkill

Overkill: elétricos e agressivos em "The Electric Age"

Overkill: em 2012, um álbum poderoso e rapidíssimo




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


BPMD: supergrupo lança vídeo com cover de D.O.A. para homenagear Eddie Van HalenBPMD
Supergrupo lança vídeo com cover de "D.O.A." para homenagear Eddie Van Halen

Pabllo Vittar: de Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usouPabllo Vittar
De Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usou

Overkill: novo álbum começará a ser gravado na próxima semana

Overkill: Baterista dá detalhes sobre próximo álbum de estúdioOverkill
Baterista dá detalhes sobre próximo álbum de estúdio


Obama: astros do rock que não apoiam o presidenteObama
Astros do rock que não apoiam o presidente

Thrash Metal: os 10 melhores discos do século 21, segundo o LoudwireThrash Metal
Os 10 melhores discos do século 21, segundo o Loudwire


Guns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise CityGuns e Sabbath
Semelhança entre "Zero the Hero" e "Paradise City"

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin