Unisonic: "Ignition", o mini-álbum que antecede o debut

Resenha - Ignition - Unisonic

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

9


Em outubro de 2011, após o anúncio de que Kai Hansen passaria a integrar definitivamente o UNISONIC, banda que era uma nova cara do projeto PLACE VENDOME, a expectativa por parte dos fãs se tornou gigante em saber como soaria o material, vez que, pela primeira vez desde o lançamento do lendário "Keeper of the Seven Keys – Part II", do HELLOWEEN, que Kai e o vocalista Michael Kiske não integravam juntos uma banda e lançavam um material inédito na íntegra, vez que neste interregno participaram de diversos projetos em comum.

Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Rock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais

Além de Hansen e Kiske, a banda ainda é formada por Mandy Meyer (Guitarra, ex-Gotthard, ex-Krokus e Place Vendome) Dennis Ward (Baixo, Pink Cream 69 e Place Vendome) e Kosta Zafiriou (Bateria, Pink Cream 69 e Place Vendome), músicos de alto gabarito e que já possuem certa fama no meio metálico.

E agora é lançado este "Ignition", um mini-álbum de apenas quatro canções, que antecede o debut da banda, a ser lançado em meados de março, para matar de vez a curiosidade dos fãs.

O som realizado pela banda é uma mistura muito atrativa entre metal melódico e hard rock, como se fosse realmente uma junção do HELLOWEEN antigo e o próprio PLACE VENDOME, ou seja, pegaram o "feijão com arroz" do estilo e, com muita competência, conseguiram criar um material muito relevante, que se destaca neste emaranhado de mesmice que se tornou o metal melódico.

Abrindo o material, temos a faixa "Unisonic", um verdadeiro petardo, com solos e riffs espetaculares, e um refrão matador, e deverá se tornar um clássico imediato. Na sequência, "My Sanctuary" segue uma linha mais hard rock e AOR, com melodias mais acentuadas e um ritmo bem anos 80, com Kiske mostrando uma voz muito potente. Encerrando as faixas inéditas, segue a versão demo de "Souls Alive", outra canção legal, mas que não se destaca tanto como as demais (vamos aguardar a versão normal da mesma).

E, para terminar, o disco ainda traz uma versão ao vivo para um dos maiores clássicos do power metal melódico de todos os tempos, "I Want Out", do HELLOWEEN, e que é de autoria de Hansen, gravada no festival Laudpark (Japão) e que mostra como Kiske ainda tem uma voz espetacular, e o porque de ter influenciado 11 em cada 10 vocalistas de metal melódico que o precederam, atingindo tons altíssimos com muita facilidade.

Agora é aguardar o debut da banda, bem como os shows a serem realizados no Brasil em maio de 2012, para conferir todo o potencial do UNISONIC. E o melhor de tudo, tanto este mini-álbum, como o debut da banda, que promete ser um dos grandes lançamentos de 2012, serão lançados no mercado nacional em breve pela Hellion Records. Nem pense em deixar passar.

Confiram o clipe da excelente "Unisonic":

Ignition – Unisonic
(2012 – Hellion Records – Nacional)

01. Unisonic 03:25
02. My Sanctuary 04:16
03. Souls Alive (Demo Version) 05:14
04. I Want Out (Live Version) 05:32

Line-up:
Michael Kiske - Vocals (ex-Helloween)
Kai Hansen - Guitar (Gamma Ray, ex-Helloween)
Mandy Meyer - Guitar (ex-Gotthard, ex-Krokus)
Dennis Ward - Bass (Pink Cream 69)
Kosta Zafiriou - Drums (Pink Cream 69)


Outras resenhas de Ignition - Unisonic

Resenha - Ignition - Unisonic




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Helloween: veja Michael Kiske cantando clássicos no WackenHelloween
Veja Michael Kiske cantando clássicos no Wacken

Kai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da AlemanhaKai Hansen
Escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha


Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento

Rock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionaisRock in Rio
Algumas das maiores vaias em edições nacionais


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin