Resenha - Ordered To Kill - At War

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O selo Heavy Metal Rock traz de volta este marco do Speed/Thrash Metal originalmente lançado em 1986. "Ordered To Kill" é a representação pura do que foi e é o At War (a banda retornou em 2009 com o álbum "Infidel"), ou seja, Metal rápido, cru e sem frescuras.

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposLinkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a banda

O disco prova que, de certo modo, a banda merecia muito mais atenção do que lhe foi dada na década de 80. Sem dúvidas, a maior referência é o Motorhead - a banda foi considerada a versão inglesa dos caras - portanto aliado a mais extremidade e com temáticas mais agressivas (focadas em guerras).

O disco inicia com a clássica faixa título e sua metralhadora de riffs. Quem for pego desatento pode acabar nocauteado. A cozinha estremece tudo e aquele típico refrão com o título da faixa no final já é uma mostra de nostalgia.

"Rapechase" é a brutalidade pura lembrando muitas vezes o que Venom fez em seus dois primeiros discos. É o tipo de faixa que não deixa você respirar. A Motorhead no talo "The Hammer" é outro grande destaque e parece que aciona automaticamente o pescoço logo que se inicia com seu riff matador.

"Ilsa (She Wolf Of The S.S.)" faixa homônima ao filme que fala da comandante nazista e sua crueldade nas torturas que praticava contra as mulheres, tudo envolto por uma trilha sonora bem apropriada, é outro grande momento do trabalho.

Apesar da homogeneidade das composições e pouca variação rítmica (típica das bandas da época) o alto nível é mantido durante o trabalho. Paul Arnold (Vocal/Baixo), Shawn Hesel (Guitarra) e Dave Stone (bateria) sabiam muito bem a fórmula fatal do Metal extremo oitentista.

Vale destacar que o trabalho vem com a capa original e encarte com letras! Confira já!


Outras resenhas de Ordered To Kill - At War

At War: Um produto atraente pela sua energia brutal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "At War"


Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Linkin Park: 20 coisas que você não sabe sobre a bandaLinkin Park
20 coisas que você não sabe sobre a banda

Manowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted SisterManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Runaways: Jackie Fox conta como foi estuprada por Kim FowleyMulheres no Rock: resistência em um meio machistaThe Voice Brasil: candidato arrebenta com Queen e vai pra finalUriah Heep: banda acusa o Iron Maiden de plágio

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.