Evile: Riffs continuam sendo o carro chefe do som da banda

Resenha - Five Serpent's Teeth - Evile

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

8


Matador! Esse é o primeira palavra que vem à cabeça após escutarmos este excelente terceiro trabalho dos americanos do EVILE, outra das grandes novas bandas de thrash metal da atualidade e que, com esse lançamento, mostra o porque de tantos excelentes comentários sobre seus trabalhos.

Os dois primeiros registros da banda foram um pouco diferentes: "Enter the Grave" (2007) foi um pouco mais agressivo e direto, remetendo aos primórdios do thrash americano, enquanto "Infected Nation" (2009) foi um pouco mais trabalhado, com músicas mais introspectivas e complexas, e muitos fãs reclamaram dessa nova tendência da banda. Mas a verdade é que ambos os registros foram excelentes, e demonstraram todo o potencial desses ingleses.

publicidade

E neste novo lançamento, podemos constatar logo nas primeiras audições que se trata de uma junção dos seus dois primeiros registro, sendo que não deixaram de lado os elementos mais trabalhados, mas o som está mais direto que seu antecessor. Não é uma volta à sonoridade do excelente primeiro registro da banda, mas é uma tentativa de criarem um estilo próprio, com faixas ora mais rápidas e agressivas, ora mais cadenciadas e pesadas, evoluindo sobremaneira seu som.

publicidade

Os riffs continuam sendo o carro chefe do som da banda, cada vez mais agressivos e técnicos, como o estilo exige, além de solos muito virtuosos, a cargo de Old Drake. Os vocais de Matt Drake (também guitarrista base)estão muito legais, ainda trazendo forte influência de James Hetfield. Alias, este novo registro do EVILE lembra bastante o tipo de som que o METALLICA fez em "And Justice for All", além de alguns elementos que remetem ao som atual do EXODUS, principalmente nas guitarras.

publicidade

Faixas como "In Dreams of Terror" (bem rápida e agressiva, com riffs espetaculares), "Cult" (mais cadenciada, e lembrando bastante METALLICA), "Xaraya" (com muito groove, lembrando alguma coisa de PANTERA); e "Descent Into Madness" são os grandes destaques do disco, e mostram esta tendência do álbum. "In Memorian" é um pouco estranha, lembrando muito algumas baladas do METALLICA (mas sem a mesma criatividade destas), mas nada que retire o brilho do trabalho.

publicidade

A qualidade de gravação também é muito boa, assim como a arte gráfica, que é mais um trabalho do genial Gustavo Sazes.

Portanto, como dito, a banda não retornou completamente ao estilo de seu primeiro registro, mas a evolução em seu som é latente, e conseguiram lançar um material excelente, que deverá agradar tanto os fãs de um thrash metal mais trabalhado e diversificado, como mais tradicional.

publicidade

Confiram o clipe da excelente "Cult":

publicidade

Five Serpent's Teeth - Evile
(2011 – Earache Records - 2011)

01. Five Serpent's Teeth
02. In Dreams of Terror
03. Cult
04. Eternal Empire
05. Xaraya
06. Origin of Oblivion
07. Centurion
08. In Memoriam
09. Descent Into Madness
10. Long Live New Flesh


Outras resenhas de Five Serpent's Teeth - Evile

Evile: um álbum desapontante e sem chama




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Evile: Banda assina contrato com Napalm Records


Thrash metal: 20 novas bandas pra atualizar o ouvidoThrash metal
20 novas bandas pra atualizar o ouvido

Rock e Metal: as vozes da nova geraçãoRock e Metal
As vozes da nova geração


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Eddie Van Halen: falando sobre o solo de Beat ItEddie Van Halen
Falando sobre o solo de "Beat It"


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin