Resenha - Apocaliptic Terror - Corpse Grinder

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Antes de mais nada, é preciso registrar aqui. Há tempos não ponho as mãos em um digipak CD. Pois foi a Kill Again Records (www.killagainrec.com) que investiu nessa maravilhosa iniciativa, trazendo ao público uma das mais batalhadoras e emblemáticas bandas do death metal brasileiro, a veterana Corpse Grinder.

Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinSlipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Com mais de duas décadas de estrada, o mais impressionante é notar o verdadeiro amor que a banda tem pelo underground. Sim, o grupo é um dos mais fiéis ao death metal de que tenho conhecimento, e "Apocaliptic Terror" reforça isso de maneira definitiva.

Os caras nunca amaciaram o som, aliás, sempre fizeram algo tradicionalíssimo e verdadeiro. Nesse lançamento, a coisa não foi diferente. E sua proposta se mantém firme até mesmo na qualidade de gravação do álbum, sujona e um tanto reverberada, principalmente nos vocais, que remetem demais aos sons extremos do final dos anos 80/começo dos anos 90, época em que Minas Gerais, estado de origem desse pessoal, estava no auge da música thrash/death no país.

Um dos responsáveis pelo resultado sonoro, claro, foi Ciero (Da Tribo Studio), que masterizou o material. E como falei no vocal, é bom registrar aqui o trabalho de Junior, responsável por guturais inconfundíveis, bem característicos do conjunto. Ah, sim, e ele é também um dos guitarristas da banda, completada pelo outro guitarrista Hellio, pelo baterista Kleber e pelo baixista Flavio.

Pois é isso, meus amigos, a Corpse Grinder continua martelando da mesma forma, com músicas diretas, sem frescuras.

Entre os destaques, estão "Sanctuary in Flames", a mais fodida, com um riff maravilhoso e impregnante; "Death Under the Feet" também tem uma grande pegada e peso nas guitarras. A que vem a seguir, "Prepared to Autopsy", é bastante agressiva, mas não supera a fúria de "Hidden Cemetery".

Para quem procura um grupo autêntico e apaixonado pelo death metal tradicional, não há melhor recomendação do que "Apocaliptic Terror". E mais: se você é fanático por esse estilo de som, bem, é obrigatório que adquira toda a discografia da Corpse Grinder. Fato.

Corpse Grinder - Apocaliptic Terror
Kill Again Records - 2011 - Brasil
http://www.myspace.com/corpsegrinderdeathmetal

Track List:
1.Apocalyptic Terror
2.Sanctuary in Flames
3.The Evil Behind False Promises
4.Death Under the Feet
5.Prepared to Autopsy
6.Hidden Cemetery
7.Alcoholic Lust
8.Carbonized Saint

NOTA 8



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Corpse Grinder"


Jethro Tull: a fúria de Ian Anderson pra cima do Led ZeppelinJethro Tull
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Pink Floyd: dupla sertaneja desvirtua clássico da bandaPink Floyd
Dupla sertaneja desvirtua clássico da banda

Cantadas Headbanger: "Estou Priest a te dar um beijo!"Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoMastodon: quando Brent Hinds correu pelado e cagou tudo no Ozzfest

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.