3 Doors Down: Banda fez exatamente o que se esperava

Resenha - Time Of My Life - 3 Doors Down

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Vieira
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Treze anos na ativa, cinco álbuns lançados e uma boa quantidade de singles de sucesso fazem do 3 Doors Down um dos principais representantes do rock alternativo na atualidade. A expectativa pelo novo álbum, Time of My Life, toma conta desde janeiro, quando o single "When You're Young" caiu na rede. Um novo single, "Every Time You Go", foi lançado em maio no iTunes. Finalmente, no dia 19, Time of My Life chegou às lojas via Universal Republic Records.

Oito razões pra dormir com um bateristaPunk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Uma das características que sempre delineou o som do 3 Doors Down foi o potencial radiofônico até mesmo das músicas mais obscuras de seus álbuns. O talento do quinteto para produzir hits de rádio parece inesgotável. E o melhor de tudo: conseguem soar altamente comerciais sem se render aos clichês ou apelar para os jabás, ao contrário de seus "small town brothers" do Nickelback, que conforme o tempo foi passando, mudaram completamente de estilo a fim de se adequarem às exigências da indústria - basta ouvir o impecável Silver Side Up e compará-lo com qualquer outro que tenha vindo após The Long Road.

Mas vamos falar de Time of My Life, que tem em sua faixa-título a abertura ideal. Logo de cara já dá pra reparar que a produção foi das mais caprichadas. Tudo muito bem equalizado, as guitarras com um som mais "redondo". Apesar dos voice effects - que você só percebe se prestar muita atenção -, um refrão e tanto torna esta uma das melhores de todo o play. Na sequência, a já conhecida "When You're Young" que traz o estilo 3 Doors Down de fazer uma balada, é quase uma mistura de "Here Without You" com "Let Me Go". Merecia maior repercussão na época de seu lançamento.

"Heaven" é mais uma que segue o padrão baladeiro do 3 Doors Down. Introdução e primeiro verso acústicos, com dedilhado cravado de hammer-ons e pull-offs, refrão com a banda toda, novo verso acústico - dessa vez, com baixo e bateria só marcando -, novo refrão com a banda toda... Enfim, uma fórmula que dá certo desde 2000, quando The Better Life foi o 11° álbum mais vendido do ano no mundo todo e emplacou quatro hits nas paradas internacionais. "Race For The Sun" enfatiza o lado mais roqueiro do quinteto com uma letra certeira sobre correr atrás daquilo que se quer.

Eu, particularmente, não fui muito com a cara de "Back To Me". Não sei, mas me lembrou o Nickelback em sua fase frouxa. Em se tratando de uma banda que eu adorava e, por conta das mudanças, passei a desprezar, passei adiante e voltei a sorrir, pois "Every Time You Go" é o tipo de som que não tem como não gostar. É rock e ponto final. Não duvido nada que, daqui uns anos, é capaz de ser lembrada como um clássico do 3 Doors Down. Se musicalmente não me agradou, "What's Left" possui uma letra e tanto. Vale a conferida.

"On The Run" é uma espécie de irmã de "Race For The Sun" e tem um dos melhores refrões de Time of My Life, além de uma guitarra pra lá de empolgante. "My Way" traz afinação baixa, riff mais acelerado e cheira a futuro hit de festas alternativas. No final, a mais roqueira de todas, "Believer", que eu não me surpreenderia também se ouvisse rolando na night. Há ainda quatro bônus tracks, disponíveis apenas na edição limitada que eu não cheguei a ouvir (veja tracklist abaixo).

Fica claro que, a exemplo de lançamentos anteriores, o 3 Doors Down fez exatamente o que se esperava e lançou um disco consistente, longo na medida certa e repleto de energia e boas canções. Não sei se é o melhor que já fizeram - até porque eu gosto de todos - mas tenho certeza que ficará no meu iPod por um bom tempo.

01 - Time Of My Life
02 - When You're Young
03 - Round And Round
04 - Heaven
05 - Race For The Sun
06 - Back To Me
07 - Every Time You Go
08 - What's Left
09 - On The Run
10 - She Is Love
11 - My Way
12 - Believer

Bonus Tracks:
13 - When You're Young (Acoustic)
14 - Every Time You Go (Acoustic)
15 - The Silence Remains
16 - Train (Demo)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "3 Doors Down"


Top 10: as músicas mais acessadas do YouTubeTop 10
As músicas mais acessadas do YouTube


Oito razões pra dormir com um bateristaOito razões pra dormir com um baterista
Oito razões pra dormir com um baterista

Punk: 10 músicos que são mais ricos do que você pensaPunk
10 músicos que são mais ricos do que você pensa

Legião Urbana: a versão de Renato Rocha sobre a sua saídaLegião Urbana
A versão de Renato Rocha sobre a sua saída

Bon Jovi: o mistério de Tommy e Gina em "Livin' On A Prayer""Cê tá de brincadeira, né?": quando grandes nomes vacilamQueen: Paul Rodgers relembra de sua "insana" experiência com a bandaPearl: neta de Ozzy caracterizada como Princesa das Trevas

Sobre Marcelo Vieira

Marcelo Vieira é jornalista, DJ e ex-guitarrista das bandas Mafia, Os Neuza e Burning Stars. Fundou em 2007 o blog Combe do Iommi e tem textos e matérias publicados nos sites Collector's Room e Van do Halen. Trabalha também como assessor de imprensa na empresa SPS Comunicação e é repórter da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (FAERJ). Escreve resenhas de CDs, DVDs e livros e cobre shows para o site ROCK ZONE desde setembro de 2011. Contato: mvmeanstreet@hotmail.com / Twitter: @mvmeanstreet .

Mais matérias de Marcelo Vieira no Whiplash.Net.