Hardbone: Totalmente influenciado pelo som do AC/DC

Resenha - Dirty 'N' Young - Hardbone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar Correções  

9


Por ser grande fã de Hard Rock, sempre fico atento à lista dos melhores álbuns do ano publicada pelo site especializado nesse gênero musical, o Sleaze Roxx. Aqui no Whiplash a lista dos melhores de 2010 também foi noticiada e fui atrás dos álbuns listados, pois costumo ter gratas surpresas com as indicações.

Dessa vez não foi diferente e o 5º colocado na lista realmente me chamou a atenção. Trata-se da banda alemã HARDBONE, talvez uma ilustre desconhecida dos brasileiros e de boa parte dos rockeiros do mundo. Mas espero que essa resenha sirva para ajudar a divulgar o trabalho desses alemães.

publicidade

Assim como o AIRBOURNE, banda australiana que vem fazendo sucesso nos últimos anos e também constou da lista dos melhores de 2010 elaborada pelo site Sleaze Roxx, o HARDBONE é aquele tipo de grupo totalmente influenciado pelo som do AC/DC e que não se importa em deixar isso bem claro.

Um Rock de incrível pegada, direto e reto, com letras que tratam de temas como mulheres, sexo, bebidas, diversão e festas. Algumas letras soam um tanto quanto machistas, mas nada disso importa, pois o som da banda é capaz de contagiar o ouvinte.

publicidade

Fica até complicado destacar algumas faixas principais, pois todas são pura diversão! A abertura com "Booze, Blood, Blackout" já mostra a energia do HARDBONE, "Rock `N`Roll Rebel" empolga com riffs marcantes, "Walking Talking Sexmachine" leva o ouvinte a ligar o "repeat" e por aí vai. É aquela velha fórmula de sucesso do AC/DC: pegada, riffs marcantes e contagiantes e uma voz perfeitamente encaixada ao som da banda (a voz de Tim Dammann é quase uma junção de Brian Johnson, do AC/DC, com Udo Dirkschneider, ex-ACCEPT).

publicidade

Pelo jeito os caras do HARDBONE, assim como diz o título de uma das músicas do álbum ("I Sold My Soul For Rock `N`Roll"), realmente venderam suas almas para o Rock e mandaram muito bem em "Dirty `N`Young"!

Se você é adepto do CD, compre o seu (na Amazon, como eu fiz, ou em uma loja especializada); se for adepto do download, baixe agora mesmo o álbum. Mas dê um jeito de ouvir HARDBONE em alto e bom som, pois será satisfação (e diversão) garantida. Só não esqueça de escolher uma boa cerveja alemã para ouvir "Dirty `N`Young"...

publicidade

Site oficial: www.hardbone.net
MySpace: www.myspace.com/hardbonerocks

Importado – Rude Records

Banda:
Tim Dammann - vocal
Sebastian Kranke - guitarra
Tommy Lindemann - guitarra
Wolfgang Pohl - baixo
John Kolln - bateria

Track List:
01. Booze, Blood, Blackout
02. Demon In The Glass
03. I Sold My Soul For Rock 'N' Roll
04. Devil's Bitch
05. Doin' Well, Raisin' Hell
06. Dirty 'N' Young
07. Rock 'N' Roll Rebel
08. Hellhouse
09. Walking Talking Sexmachine
10. I Don't Care
11. Unlocked 'N' Loaded

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


King Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?King Diamond
Alguém já o viu sem a maquiagem?

Polêmica: as músicas mais controversas da história do RockPolêmica
As músicas mais controversas da história do Rock


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin