Magnum: Um dos grandes nomes do Hard Rock Progressivo

Resenha - Visitation - Magnum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho, Tradução
Enviar Correções  

8


Ainda que não seja muito conhecido das massas tupiniquins, o Magnum é considerado como um dos grandes nomes do Hard Rock Progressivo, e geralmente também é associado ao AOR. Tendo iniciado sua carreira na primeira metade dos anos 70, em Birmingham (Inglaterra), foi na década seguinte que o Magnum se deparou com o sucesso comercial, graças a discos como "Chase The Dragon" (82), "On A Storyteller´s Night" (85) e "Vigilante" (86).

King Diamond: O que significa ser Satanista?

Marilyn Manson: "Sou ainda pior fora do palco"

Apesar de uma pausa em sua carreira, o Magnum retornou em 2002 e desde então vem lançando bons discos. É perfeitamente compreensível que muitos músicos tenham entrado e saído desde o início de sua trajetória, mas seu núcleo continua forte com os fundadores Bob Catley (voz) e Tony Clarkin (guitarra), que agora estão lançando "The Visitation". O álbum é o 16º de estúdio que mostra que, após quase quatro décadas, sua música continua relevante, altamente melódica e sem se desviar de sua proposta.

O som muda um pouco a cada música, mas nunca se afasta do quadro geral. Ainda que tudo seja de fácil assimilação, os ingleses continuam a inserir pelo repertório composições voltadas ao progressivo, tão bem representada pela própria faixa-título, que começa de forma 'comum', para ir evoluindo em algo bem maior e sofisticado.

A audição revela os mais variados sentimentos, indo do alto-astral a uma saudável melancolia, mas o grande destaque recai sobre a grandiosa abertura "Black Skies"; e, ainda que seja desnecessário mencionar o carisma de Mr. Catley, é em "Doors To Nowhere", "Spin Like A Wheel" e "The Last Frontier" (essa tem até uma orquestra para aumentar toda a pompa) que o vocalista revela um desempenho muito apaixonado com seu timbre inconfundível.

"The Visitation" é cheio de vida e com consistência de sobra para atrair, até mesmo, as atenções da nova geração que aprecia as bandas emergentes, voltadas ao AOR (mas digamos que o Magnum consegue injetar um pouco mais de massa encefálica na coisa toda). Quanto aos velhos fãs, estes não terão do que reclamar do inspirado veterano, principalmente se adquirirem a versão que traz um DVD cheio de regalos e uma capa diferente da exibida nesta resenha.

Contato:
http://www.myspace.com/magnumuk
http://www.magnumonline.co.uk

Formação:
Bob Catley - voz
Tony Clarkin - guitarra
Al Barrow - baixo
Mark Stanway - teclados
Jimmy Copley - bateria

Magnum - The Visitation
(2010 - SPV/Steamhammer Records - importado)

01. Black Skies
02. Doors To Nowhere
03. The Visitation
04. Wild Angels
05. Spin Like A Wheel
06. The Last Frontier
07. Freedom Day
08. Mother Nature's Final Dance
09. Midnight Kings
10. Tonight's The Night




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


King Diamond: O que significa ser Satanista?King Diamond
O que significa ser Satanista?

Marilyn Manson: Sou ainda pior fora do palcoMarilyn Manson
"Sou ainda pior fora do palco"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin