Matérias Mais Lidas

Vocalistas: 12 velhinhos que ainda mandam muito bem ao vivoVocalistas
12 "velhinhos" que ainda mandam muito bem ao vivo

Guns N' Roses: Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagemGuns N' Roses
Axl entendia que as coisas mudaram, mas Slash tinha virado um personagem

Steve Hackett: ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metalSteve Hackett
Ele diz que compositor do século 19 inventou o heavy metal

Iron Maiden: cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce DickinsonIron Maiden
Cantora americana alega ser filha ilegítima de Bruce Dickinson

Mike Terrana: Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!Mike Terrana
"Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"

James Hetfield: dez das músicas favoritas do vocalistaJames Hetfield
Dez das músicas favoritas do vocalista

AC/DC: monge budista grava cover inusitado de Thunderstruck, com direito a meditaçãoAC/DC
Monge budista grava cover inusitado de "Thunderstruck", com direito a meditação

Bon Jovi: por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan AdamsBon Jovi
Por que o mandaram tocar com Kiss e Judas Priest em vez de Bryan Adams

Doug Aldrich: explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn HughesDoug Aldrich
Explicando as diferenças entre Dio, David Coverdale e Glenn Hughes

AC/DC: por que Bon Scott não era só um bêbado lunático, segundo ex-baixistaAC/DC
Por que Bon Scott não era só um "bêbado lunático", segundo ex-baixista

Metallica: Veja números impressionantes da carreira (vídeo)Metallica
Veja números impressionantes da carreira (vídeo)

Van Halen: a diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van HalenVan Halen
A diferença entre David Lee Roth e Sammy Hagar, segundo Alex Van Halen

Nirvana: músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTokNirvana
Músico canadense muito parecido com Kurt Cobain faz sucesso no TikTok

Yngwie Malmsteen: Joe Lynn Turner fala sobre ego do guitarristaYngwie Malmsteen
Joe Lynn Turner fala sobre ego do guitarrista

O Pestinha: o que o ator mirim do filme tem a ver com rock?O Pestinha
O que o ator mirim do filme tem a ver com rock?


Matérias Recomendadas

Guitar World: os 100 piores solos de guitarra da históriaGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Covers: alguns dos mais legais feitos por bandas de MetalCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal

Steven Tyler: Há álbuns que prefiro esquecerSteven Tyler
"Há álbuns que prefiro esquecer"

Bateristas: os trinta mais ricos do mundoBateristas
Os trinta mais ricos do mundo

Rob Zombie: sua lista dos 5 Melhores Filmes de ZumbisRob Zombie
Sua lista dos 5 Melhores Filmes de Zumbis

Dead Daisies
Stamp

Thrudvangar: a Alemanha continua gerando bandas de valor

Resenha - Zwischen Asgard Und Midgard - Thrudvangar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcos Garcia
Enviar Correções  


Quando se fala em Metal na Alemanha, em geral os primeiros nomes que surgem são SCORPIONS, ACCEPT, SODOM, RUNNING WILD, GRAVE DIGGER e outros famosos em idos tempos, e poucas são as novatas que nos chegam aos ouvidos, e mesmo estas não possuem a expressão das acima citadas, o que é uma pena, já que este país que tanto contribuiu para o Metal a termos de bandas, cena e gravadoras continua gerando filhos metálicos diferenciados e de grande valor musical. E o THRUDVANGAR é um desses muitos filhos, que a Höllehammer Records, do Sul do Brasil, nos trouxe em mais um lançamento digno de atenção, com seu ótimo ‘Zwischen Asgard Und Midgard’, que significa ‘Entre Asgard e Midgard’.

Adeptos do Pagan Black Metal, que fazem de forma mais tradicional, fugindo do uso de flautas, instrumentos de corda regionais, e vocais femininos e/ou limpos, investindo suas energias em uma sonoridade bem mais crua, próximo ao que o BATHORY fez no ‘Blood Fire Death’ com algumas pitadinhas de DISSECTION, mas cheia de nuances e melodias hiper bem sacadas e postadas em suas músicas. Este talentoso sexteto usa na língua pátria nas letras, o que é legal e dá identidade à banda. E hoje em dia como não faltam tradutores na net, não creio que seja empecilho para um fã de seu trabalho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A arte é bem legal, com toda aquela apresentação de Pagan Metal que todo fã que se preze quer encontrar, fora as letras lá estarem para apreciação de todos. A produção sonora é boa, e prioriza o lado mais agressivo da banda, ficando bem seca, mas a banda se destaca justamente por isso, já eu hoje em dia, muitos músicos vão para o estúdio para criar papel, e não Metal, pelo nível de artificialidade que se ouve em muitos CDs por aí.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa ‘Thor’ abre o CD, com ótimo trabalho nas guitarras de Christian e Kanne, que criam harmonias muito bem feitas e criativas em meio aos urros do vocalista Matze. ‘Bärenpelz und Wofsmantel’ é a seguinte, em um ritmo bem mais cadenciado e melodioso, embora existam momentos mais rápidos, com a bateria de Torsten se destaca muito bem nos andamentos. Em seguida, vem ‘Heimwärts’, um dos maiores destaques do CD, pois os teclados de Andréas fazem arranjos de extrema beleza, fora os corais vikings urrados que aparecem nela, fora os temas de guitarra diferenciarem a banda de outras similares. Guardadas as proporções, é quase como se os italianos do ELVENKING tivessem resolvido virar uma banda de Black Metal. Um dedilhado de guitarra limpa introduz ‘Runenstem’, e logo vira uma faixa cadenciada e agressiva, com algumas poucas intervenções de vocais limpos, cheia de momentos que fazem o ouvinte ter um sorriso no rosto de satisfação. ‘Midsommernacht’ retoma a rapidez de antes, sem deixar o nível cair, com certas pitadas de DIMMU BORGIR em sua fase mais antiga. Em ‘Zwel Raben’, outra faixa um pouco mais lenta, a cozinha se destaca, pois o baixista Günther faz algumas boas intervenções interessantes, assim como na faixa ‘Siegvater’, que segue a mesma linha, apesar da intro de violão. A versão importada terminaria na ótima ‘Frostland’, com seus mais de 8 minutos de muitas variações de andamento, sendo outro dos grandes momentos do CD, mas a versão brazuca ainda trás o bônus em ‘Im Zeichen des Hammers’, vinda do split da banda com o NOMANS LAND, esta, mais uma faixa rápida e bem ríspida, apesar do trabalho musical empregado pela banda, uma vez que o teclado ficou um pouco mais baixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um CD que recomendo a ouvida atenta, pois quem gosta de bandas que sabem trabalhar seu som e usar os teclados de forma bem pensada e inteligente, sem descaracterizar o Pagan Black Metal, tem que ter em sua coleção, pois é item obrigatório.

Tracklist:
1. Thor
2. Bärenpelz und Wolfsmantel
3. Heimwärts
4. Runenstein
5. Midsommernacht
6. Zwei Raben
7. Siegvater
8. Frostland
9. Im Zeichen des Hammers


Outras resenhas de Zwischen Asgard Und Midgard - Thrudvangar

Thrudvangar: em honra ao espírito dos guerreiros ancestrais


Tunecore
Malvada
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Viking Metal: Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!Viking Metal
Com um machado na mão, o que você quiser, você pode!

Seguidores do Demônio: as 10 bandas mais perigosas do mundoSeguidores do Demônio
As 10 bandas mais perigosas do mundo


Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.