Bloody Mary: Hard temperado com blues e pitadas de funk

Resenha - We Rock, You Suck! - Bloody Mary

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não, caro leitor, não se engane com a capa de "We Rock, You Suck!"... Apesar das convidativas garotas aí da foto, são três caras que tocam no Blood Mary. A banda é oriunda da França, país que não possui tradição em exportar Rock´n´Roll, e começou a tomar forma em 2004, tendo em Pierre Fargetton (voz e guitarra), na época com meros 19 anos, como seu fundador. Após contatar Manu Livertout (baixo) e Damien Billy (bateria), o trio participou de inúmeros festivais em seu país e agora exibe confiança de sobra com sua estréia em disco.
5000 acessosJoe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?5000 acessosNotas altas: as dez mais impressionantes do Heavy Metal

"We Rock, You Suck!" apresenta um Hard Rock temperado com blues e sutis pitadas de funk, que, mesmo com sua veia setentista, possui inúmeros elementos do que era oferecido pelo mercado norte-americano na década seguinte. A audição proporciona tantas referências de bandas clássicas – em especial o Aerosmith dos bons e velhos tempos – que rapidamente chega-se à conclusão que o forte por aqui não é a originalidade. Mas isso não é problema quando a música apresenta tal espírito Rock´n´Roll que rápida e fatalmente conquista o ouvinte.

E o disquinho realmente soa tão bacana que também conquistou uma distribuidora, onde o selo Season Of Mist liberou "We Rock, You Suck!" em um caprichado formato digipack. Mas vale salientar que, mesmo com a qualidade de áudio funcionando muito bem, o disco foi concebido inicialmente como um produto independente, então não se deve esperar uma gravação polida ou glamourosa. Tudo é bastante simples, mas feito com o esmero necessário para que cada componente esteja em seu devido lugar.

Com Pierre fazendo bonito com sua voz meio rouca, cada integrante tem espaço de sobra para exibir as habilidades com seus respectivos instrumentos. E, na simplicidade de suas melodias e com uma pequena dose de sujeira garantindo um aditivo bastante positivo ao resultado final, a audição vai fluindo que é uma maravilha graças a rockaços do porte de "Mary Go Round", "On My Own", "Hollywood", "Tequila" ou "Big City Lights". E tenha a certeza de que ainda há muita coisa boa por aqui.

Ao mesclar tantas influências, o Bloody Mary fez por merecer uma cuidadosa atenção. "We Rock, You Suck!" se revela um ítem bastante interessante ao público que aprecia boas composições na linha do já citado Aerosmith, e ainda Mötley Crüe, Great White e Tesla. Um belo álbum, e made in France, quem diria... Que venham outros!

Contato:
http://www.bloodymaryweb.com
http://www.myspace.com/bloodymaryrockband

Formação:
Pierre Fargetton - voz e guitarra
Manu Livertout - baixo
Damien Billy - bateria

Bloody Mary - We Rock, You Suck!
(2009 / Season Of Mist - importado)

01. Mary Go Round
02. On My Own
03. Love Is Like Addictive
04. This Time Tomorrow
05. Showtime
06. Hollywood
07. Restland
08. Tequila
09. Big City Lights
10. Living At Large

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bloody Mary"

Joe SatrianiJoe Satriani
Porque o guitarrista não aceitou a vaga no Deep Purple?

Heavy MetalHeavy Metal
As vozes mais impressionantes segundo a Loudwire

MegadethMegadeth
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

5000 acessosAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno5000 acessosMúsicas Ruins: blog elege as piores de grandes bandas do Rock/Metal5000 acessosThe Wall - Uma obra de arte conceitual2923 acessosVideo Games: um impressionante tributo Heavy Metal aos clássicos5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosAngra: anjo da capa de "Rebirth" aparece em outras duas?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online