Wrestler: trilha sonora é verdadeira coletânea de Hard Rock

Resenha - Wrestler - Trilha Sonora

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Recentemente esteve em cartaz nos cinemas brasileiros o filme "O Lutador", protagonizado pelo ator Mickey Rourke, candidato ao último Oscar como melhor ator, por seu papel neste longa metragem. Quem assistiu ao filme e é fã de Rock deve ter reparado na trilha sonora, composta quase que integralmente por músicas de bandas dos anos 80.

Motörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do SepulturaSeparados no nascimento: Andre Matos e Steve Perry

O filme conta a história de Randy "O Carneiro" Robinson, um lutador de luta livre interpretado por Rourke. Depois de muito sucesso nos anos 80, com apresentações de luta previamente combinadas (aquelas mesmas que fizeram sucesso no Brasil antigamente), Randy tenta sobreviver nesse início de século 21, complementando sua renda mensal de funcionário de um supermercado com a realização de lutas para pequenos públicos.

O filme trata da decadência de um lutador que se acostumou a estampar capas de revistas e primeiras páginas de jornal nos anos 80 e agora somente é lembrado por seu passado de glórias, tentando sobreviver com pouco dinheiro e quase nenhuma fama.

Por esse motivo, o diretor do filme parece ter escolhido a dedo as bandas que fizeram parte da trilha sonora, justamente por serem bandas de Hard Rock que nos anos 80 fizeram sucesso estrondoso e depois sumiram, graças ao surgimento do Nirvana e do grunge (inclusive em uma passagem do filme, Mickey Rourke comenta exatamente isso).

Estão presentes Cinderella, Ratt, Accept, Firehouse, Quiet Riot, Slaughter e Scorpions, como representantes deste Hard Rock oitentista. Parece até uma coletânea desse gênero do Metal, com clássicos como a balada "Don't Know What You Got (Till It's Gone)", do Cinderella e as agitadas "Round and Round" e "I'm Insane", do Ratt. Destaque especial para a banda Rhino Bucket, que participa desta trilha com a música "Soundtrack To A War: Welcome To Hell". Formada na década de 90, faz um som composto de riffs marcantes e aquela atitude característica do AC/DC, lembrando muito Bon Scott no vocal. Vale a pena conferir.

Ficaram de fora da trilha a música "The Wrestler", tema do filme, que faz parte, como faixa-bônus, do último álbum lançado por Bruce Springsteen, e ainda "Sweet Child O'Mine", do Guns n' Roses, que aparece em uma das principais cenas. Certamente, estas poderiam substituir as dispensáveis "Stuntin' Like My Daddy", do Birdman & Lil Wayne e "Blowin' Up", do rapper Solomon, dois hip-hops de muito mau gosto, totalmente fora do contexto.

Vale o investimento neste CD, principalmente pra quem gostou do filme e do som que embala a história do drama vivido por Randy "O Carneiro" Robinson.

Importado - Koch Records

Track List:

1 - "Bang Your Head (Metal Health)" 2006 - Quiet Riot
2 - "Don't Know What You Got (Till It's Gone)" - Cinderella
3 - "Stuntin' Like My Daddy" - Birdman & Lill Wayne
4 - "Don't Walk Away" - Firehouse
5 - "Soundtrack To A War: Welcome To Hell" - Rhinobucket
6 - "Blowin' Up" - Solomon
7 - "Mirror" - Dead Family
8 - "Round And Round" - Ratt
9 - "Dangerous" - Slaughter
10 - "I'm Insane" - Ratt
11 - "Balls To The Wall" - Accept
12 - "Animal Magnetism" - Scorpions




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs

Motörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do SepulturaMotörhead
Em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura

Separados no nascimento: Andre Matos e Steve PerrySeparados no nascimento
Andre Matos e Steve Perry

Alice In Chains: seria essa a última foto de Staley com vida?Alice In Chains
Seria essa a última foto de Staley com vida?

O lado escuro do rock: você acredita em magia negra?O lado escuro do rock
Você acredita em magia negra?

Batom, laquê...: Como formar uma banda de Hard Rock em 69 liçõesBatom, laquê...
Como formar uma banda de Hard Rock em 69 lições

Megadeth: Dave Mustaine fala de sua canção preferida no DystopiaMegadeth
Dave Mustaine fala de sua canção preferida no Dystopia

Dave Mustaine: ele mal sabe ler tablaturas e tem a letra terrívelDave Mustaine
Ele mal sabe ler tablaturas e tem a letra terrível


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336