Broken Melody: debut que mostra potencial e equívocos

Resenha - Face The World - Broken Melody

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Broken Melody é um conjunto da Itália que nasceu em 2006 tendo como única pretensão inicial executar covers. Mas a reação do público geralmente era tão positiva que, empolgados com a boa recepção, seus músicos partem para a criação de composições próprias. O resultado veio no ano seguinte com o EP “If You Want To Fly”.
5000 acessosOs brutos também amam: inclusive o Tom Araya5000 acessosDave Navarro: carta aberta para adolescentes LGBT

Este trabalho aumentou o interesse pela banda em sua região e naturalmente estimulou o Broken Melody a liberar um CD completo, e assim lançam “Face The World” também em 2007, que chega somente agora ao Whiplash!. Com uma mescla de Hard Rock tipicamente europeu com Power Metal Melódico, os italianos teem uma forma de compor que resulta em algo bem inocente em função da simplicidade de seus arranjos, e muitos dirão que é aí que reside sua força – ou fraqueza.

Neste esquema, há composições muito bacanas como a introdução “Reflections”, “The Force Of The Life”, “Rising” e a própria faixa-título, todas com arranjos grudentos e trabalho vocal um tanto quanto agradável. Mas o problema é que boa parte do restante do repertório não consegue acompanhar a simpatia destas faixas, em especial quando o Broken Melody se propõe a investir por caminhos mais pesados, que infelizmente mostra o quanto algumas canções podem vir a ser descartáveis.

A gravação apresenta uma boa dose de sujeira, o que reforça todo caráter despojado de “Face The World”, que é um destes típicos debut que mostra parte do potencial e os equívocos de uma banda. É uma questão de persistência e tempo até o Broken Melody refinar seu estilo e chegar à sonoridade que considere ideal, e quem sabe isso se concretize em seu próximo registro, que já está em processo de gravação e conta agora com a guitarra mais distorcida de Emanuele Ninu?

Formação:
Francesco Palmieri - voz
Roberto Ortu - guitarra
Riccardo Cherchi - guitarra
Gabriele Viviani - baixo
Francesco Usai - bateria

Broken Melody – Face The World
(2007 / independente – importado)

01. Reflections
02. The Force Of The Life
03. Rising
04. Face The World
05. Thousand Miles Away
06. If You Want To Fly
07. The End Of This War
08. The Evil Inside
09. My Destiny (bonus Track)

Contato: www.broken-melody.com

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Broken Melody"

SlayerSlayer
Os brutos também amam: inclusive o Tom Araya

Dave NavarroDave Navarro
Carta aberta para adolescentes LGBT

MetallicaMetallica
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

5000 acessosOs brutos também amam: inclusive o Tom Araya5000 acessosDave Navarro: carta aberta para adolescentes LGBT5000 acessosMetallica: Perguntas, respostas e curiosidades diversas5000 acessosDiferenças entre bandas grandes e bandas de garagem5000 acessosOzzy Osbourne: foto do pastel favorito do Madman5000 acessosMeet and Greet: quanto custa se encontrar com os Rockstars?

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online