Ekoa: Heavy Metal bastante sintonizado com o Metalcore

Resenha - Ekoa - Ekoa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Fundado na capital do Rio de Janeiro em meados de 2007, o Ekoa – inicialmente um jogo de palavras que, curiosamente, resultou num termo que significa ‘morada’ ou ‘abrigo’ em tupi-guarani – vem desde então divulgando seu nome ao disponibilizar vários ‘singles virtuais’, onde alguns posteriormente acabaram por fazer parte de coletâneas underground espalhadas pela internet.
5000 acessosChickenfoot: Eddie Van Halen é uma piada perto de Satriani5000 acessosMetallica: Hetfield fala sobre a sensação Ghost

Agora chegou a vez de estrear de forma realmente física. Seu debut autodenominado possui 11 faixas de um Heavy Metal bastante sintonizado com o chamado Metalcore, que surgiu há anos nos Estados Unidos e aos poucos vai encontrando adeptos aqui no Brasil. E o Ekoa se mostra um profundo conhecedor do assunto, mesclando com propriedade muito peso e explorando as conhecidas melodias grudentas, fundamentais ao gênero.

Cantando na língua portuguesa os conflitos existenciais típicos de nossos dias, o repertório apresenta algumas das canções já conhecidas do público desde a época em que foram colocadas à disposição na net. E há bons destaques por aqui, como “Contra o tempo”, “Ódio”, “Mente insana” e “Resolvendo agora”, que são tão encorpadas que mostram muito do potencial dos cariocas. E ainda há espaço para experimentar sons de piano, violoncelo e flauta barroca na derradeira balada “Depois da chuva”, que naturalmente acabou por se tornar o único momento destoante da audição.

Provavelmente por causa de um orçamento apertado, “Ekoa” não apresenta um projeto gráfico convencional, com as tais caixa plástica e encarte... O disquinho vem numa daqueles envelopes – que é de bonita apresentação, diga-se. De qualquer forma, o conjunto é muito bom em sua proposta e certamente encontrará apreciadores entre os que admiram os trabalhos de nomes consagrados como Killswitch Engage, Bullet For My Valentine e até mesmo Trivium. Se este é você, procure conhecer!

Formação:
R-VOX - voz
Mike X - guitarra
Jota C - guitarra e teclados
Pedro - baixo
Vitor - bateria

Contato:
http://www.myspace.com/bandaekoa
ekoacontato@gmail.com

Ekoa – Ekoa
(2008 / independente – nacional)

01. Intro
02. Contra o tempo
03. Ódio
04. Mente insana
05. Resolvendo o agora
06. Recompensa
07. Errado novamente
08. Tarde demais para recomeçar
09. Somente cinzas
10. Ganhando ou perdendo
11. Depois da chuva

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Ekoa"

ChickenfootChickenfoot
Eddie Van Halen é uma piada perto de Satriani?

MetallicaMetallica
James Hetfield fala sobre a sensação Ghost

EnqueteEnquete
Os 10 melhores shows do Rock In Rio 2015

5000 acessosNirvana: Grohl afirma que Cobain não gostava de seu modo de tocar5000 acessosSeparados no nascimento: Cazuza e Lauro Corona5000 acessosMaridos traídos: Portnoy, Hagar, Osbourne, Waters e Di'Anno5000 acessosRock e Metal: Algumas das melhores duplas de guitarristas5000 acessosPantera: O show mais insano na Venezuela em 19935000 acessosKiss: fã embriagado é preso e faz a alegria da polícia

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online