Waylander: nova onda do Folk Metal gerando bons álbuns

Resenha - Honour Among Chaos - Waylander

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E a tal nova onda do Folk Metal continua gerando bons álbuns! Ainda que o Waylander já tenha um bom tempo de estrada, continua sendo um nome praticamente desconhecido fora do circuito europeu. O conjunto é natural da Irlanda e está na ativa desde 1993, mas passou os últimos sete anos afastado dos estúdios em função de inúmeras mudanças em sua formação e a dificuldade de arrumar uma nova gravadora após o término da parceria com a Century Media.
5000 acessosQueen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos5000 acessosMusas inspiradoras: as esposas mais lindas dos rockstars

De qualquer forma, agora o Waylander assinou com a Listenable Records para liberar seu terceiro álbum, "Honour Among Chaos", e se mostra pronto para recuperar o tempo perdido. Enquanto tantos conjuntos se dispõem a tornar sua música mais ‘alegre’, os irlandeses não abrem mão da importante distorção e apresentam um registro onde a tradição dos instrumentos folclóricos apenas complementa o Heavy Metal propriamente dito. E esta é a força de "Honour Among Chaos".

Apesar do peso visceral aliado às eventuais vocalizações limpas em meio aos gritos dignos do metal extremo, toda a influência da música celta garante o clima épico, ancestral e pagão ao disco. Nenhuma das nove composições possui menos de cinco minutos, mas a banda trabalha muito bem dentro deste tempo, tanto que a longa “To Dine In The Otherworld” é um exemplo perfeito da criatividade e bom senso empregado em suas estruturas, formada por ocasiões sombrias, seções acústicas, tudo em meio a muita saturação.

“Beyond The Ninth Wave”, “Usurpers Of Our Legacy” (riffs bem influenciados pelo Thrash por aqui!) e “Taker Of Heads” mostram uma apuração nos refrões que não apareciam anteriormente em sua música. E outra faixa que merece todos os elogios é a atmosférica "Bru Na Boinne" que, esta sim, é repleta de instrumentação folclórica e encerra a audição de forma quase hipnótica.

Nada mal para um conjunto que tinha como idéia inicial tocar apenas Heavy Metal tipicamente oitentista, mas que, num destes inesperados lampejos criativos que surgem, a primeira composição autoral foi uma bela faixa de Folk Metal. E como o Waylander gostou do resultado, não deu outra... Estão aí até hoje, passando pelas dificuldades inerentes a qualquer banda de segundo (ou terceiro?) escalão que apenas quer mostrar sua música, que é realmente muito bacana. E estes irlandeses com certeza têm muito a oferecer a quem aprecia a beleza da música do Primordial, Ensiferum ou Skyforger.

Formação:
Ard Chieftain O'Hagan - voz
Saul McMichael - guitarra
Michael Proctor - baixo
Den Ferran - bateria
Dave Briggs - instrumentos folclóricos

Waylander - Honour Among Chaos
(2008 – Listenable Records / Paranoid Records – nacional)

01. As The Deities Clash
02. Walk With Honour
03. Beyond The Ninth Wave
04. Galloping Gaels
05. To Dine In The Otherworld
06. Usurpers Of Our Legacy
07. Taker Of Heads
08. Elemental Chaos
09. Bru Na Boinne

Homepage: http://waylander.org

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Waylander"

QueenQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

MusasMusas
As esposas mais lindas dos rockstars

Gosto duvidosoGosto duvidoso
As piores capas da história do Rock e Heavy Metal

5000 acessosIron Maiden: uma releitura de "The Trooper" pelo Cine5000 acessosGuitar World: as 50 melhores canções de Rock de todos os tempos5000 acessosResenha - Sgt. Peppers - Beatles5000 acessosMetalcore: 13 músicas que um fã de death metal deve gostar5000 acessosAtaques em Paris: Mortos e reféns em show do Eagles Of Death Metal5000 acessosAxl Rose: vocalista do Trans-Siberian ensina a cantar como ele

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online